Adolescente é morto dentro de escola invadida. De quem é a culpa? | Politicos Do Brazil
Adolescente é morto dentro de escola invadida. De quem é a culpa?
Por admin
25/10/2016

Os últimos acontecimentos em escolas pelo Brasil afora onde grupos orquestraram invasões de escolas sob o pretexto de “lutar” contra a PEC 241 que, segundo eles, vai tirar recursos da educação teve um capítulo trágico nessa semana.

Antes de ir a fundo nesse assunto, vamos relembrar alguns momentos semelhantes que culminaram em invasões, só que dessa feita no estado de SP.

Motivo? Segundo os “lideres” dos tais movimentos, eles protestavam contra a ideia do governo de fechar algumas escolas e com isso, segundo eles, alguns estudantes teriam dificuldade de chegar até algumas escolas.

Tudo isso foi desmentido pela equipe do governador e também por vários veículos de mídia, inclusive até as redes sociais se empenharam em mostrar que a “conversa” desses movimentos não tinha o menor fundamento.

Tanto é verdade que mais tarde acabou se provando que o grande mote desses movimentos era simplesmente tentar denegrir a imagem do governador Alckmin, haja visto que todos os partidos de esquerda, entre eles PT e PCdoB, estavam por detrás das cortinas e usando adolescentes (alguns adultos) como massa de manobra e lobotomizando suas mentes, que infelizmente se mostraram fracas para aceitarem de joelhos as ordens dadas por esses partidos e outros.

Não obstante também tivemos a entrada de alguns movimentos “sociais” atrelados ao ex governo Dilma e ao PT, tais como MST (falamos sobre eles aqui) e MTST, os chamados movimentos que lutam por moradias, mas verdadeiramente são apenas frentes de batalha do ex governo e do citado partido, também não podemos esquecer da CUT (o dito sindicato que luta pelos trabalhadores), CTB, etc…

Naquela oportunidade, as escolas foram “retomadas” pelo governo e tudo supostamente voltou ao normal. Por que supostamente? Continue lendo…

Nessas últimas semanas, depois de ser votado e passado com folga a tal PEC 241, chamada por muitos como a “PEC do teto” (falamos dela aqui), alguns “movimentos estudantis” iniciaram verdadeiras “revoluções” e conclamaram seus “estudantes” para se unirem contra essa medida do governo, mesmo sendo fato consumado que a PEC foi originalmente pensada pelo ex governo Dilma. É a máxima de sempre: se for nossa ideia, ótimo, se for dos outros, está errado…

Pois bem, as invasões aconteceram em várias escolas pelo Brasil, com uma grande concentração no estado do Paraná.

Várias escolas do estado foram invadidas por militantes de algumas organizações como UNE, UBES, UJES e outros menos citados, acompanhados de “estudantes” com pouca ou nenhuma ideia do que estavam fazendo lá, que estão provocando um atraso incorrigível nas instituições de ensino do estado.

É de se notar que as organizações citadas são todas vertentes de partidos de esquerda. Todas, sem exceção, seguem a cartilha do esquerdismo. Quando você tira de alguém o conhecimento, você tira tudo desse alguém e com isso a pessoa torna-se mais vulnerável intelectualmente e, evidente, mais fácil de ser manipulada.

E soma-se ao fato dessas invasões tirarem a chance de muitos alunos que querem estudar de verdade, a chance de se preparem e fazerem o ENEM, que nada mais é do que a porta de entrada de muitos para a faculdade. É justo? Evidente que não!!!

Agora chegamos ao cume de toda essa baderna generalizada que vem acontecendo nas escolas invadidas (que a mídia burramente chama de ocupação), onde tudo que se pode imaginar acontece lá dentro. Pessoas de várias idades, de comportamentos diferentes, alguns que consomem drogas, outros que são meramente bonecos nas mãos de organizações “estudantis” e partidos esquerdistas, inclusive alguns pseudo artistas que se mostram favoráveis a essas invasões e acabam fazendo a mente perturbada dessas pessoas com mais eficácia.

E nessa semana, o estopim de tudo isso culminou com a morte de um adolescente invasor de 16 anos na escola estadual Santa Felicidade, em Curitiba. Vejam… tanto ele como seu assassino, curiosamente amigo de infância, estavam na escola invadida e eram alunos da mesma. E estavam, pasmem, consumindo drogas! Drogas e armas dentro de uma escola invadida!!!

morte_escola_invadida

Uma vida perdida por causa de movimentos ideológicos. Até quando???

E sabem o mais louco disso? O conselho tutelar do Paraná tinha visitado essa escola dias atrás e disse que estava tudo bem, tudo dentro da normalidade… pessoas portanto armas e drogas, mas o conselho tutelar disse que estava tudo bem. Negligência? Falta de caráter do conselheiro?

Enfim… o saldo de toda essa muvuca generalizada nas escolas, orquestrado por movimentos “estudantis” e partidos de esquerda (PT PSOL PCdoB PSTU REDE…) é a morte de um adolescente de 16 anos.

Não cabe ao blog julgar, mas atentem ao fato de que eram invasores e estavam usando drogas. Ou seja, de inocente os dois não tinham nada. Mas o buraco é “mais embaixo”, isso é apenas a ponta do iceberg e os verdadeiros culpados tem que pagar.

Evidente que o culpado pela morte do rapaz já foi identificado e, como dissemos, é um amigo de infância dele, e ele puxou a faca sim, só que alguém deu “facilidades” pra chegar a esse ponto.

Nenhum veiculo de comunicação citou o nome da UNE, UBES, UJS ou de partidos de esquerda como sendo os co-responsáveis por esse crime. Claro, a culpa direta é do assassino, disso ninguém tem dúvidas, mas a facilidade para invadir, criar situações perigosas e lobotomizar essas mentes frágeis não ajudaram para termos um corpo estendido no chão de uma escola invadida?

Em breve, um próximo artigo. Até lá!

Um blog que fala de política, que não tem rabo preso com partido algum e apenas transmite as noticias cotidianas da política nacional e internacional.
Todos os direitos reservados - 2014 - 2017