Presidente Michel Temer cometeu um erro imperdoável! | Politicos Do Brazil
Presidente Michel Temer cometeu um erro imperdoável!
Por admin
15/11/2016

Desde agosto desse ano de 2016, o presidente oficial do Brasil é Michel Temer. Desde que a ex presidente Dilma foi cassada pelo Senado, o ex vice presidente assumiu a cadeira e ficará, possivelmente, até 2018.

Michel Temer não é nem de longe o presidente dos sonhos dos brasileiros. Nunca foi e nunca será e isso é um fato consumado.

É preciso ficar claro que os brasileiros descontentes com o governo da ex presidente queriam sim sua saída, mas ninguém votou em Michel Temer e ele conseguiu o cargo simplesmente porque era o vice, ou seja, poderia ser até o Maluf ou Sarney, qualquer um. Disso ninguém tem duvidas.

Por esse motivo, todo e qualquer ato do atual presidente tem que ser visto com certa prudência.

Não podemos esquecer em hipótese alguma que ele é do PMDB e tinha sim uma sinergia quase que siamesa com a ex presidente, tanto que foi chamado para ser vice na chapa, não é mesmo?

Obstante o fato dos petistas dizerem que não votaram nele e por isso não reconhecem o atual governo, chegando ao cumulo de classificá-lo como golpista, isso é uma idiotice sem tamanho. Se tem alguém que pode reclamar com tranquilidade do atual governo são justamente aqueles que não votaram nele.

Pois bem… sendo assim, nesses quase 4 meses de governo, o atual presidente já tomou algumas medidas que, acertadamente ou não, tiveram sim algum impacto.

Uma de suas primeiras medidas, polemica por sinal, foi extinguir o Ministério da Cultura e consequentemente dar uma freada na tal Lei Rouanet.

Por que classificamos como polemica? Simplesmente porque, depois de uma “pressão” de “artistas e intelectuais”, eis que o presidente deu ré no quibe e voltou atrás em sua decisão. O MinC continua e a tal Lei Rouanet também, ou seja, ele bateu e assoprou já em sua primeira decisão como presidente.

Depois dessa presepada, o presidente fez algo que deixou muita gente contente. Uma avião da FAB (Força Aérea Brasileira) que era usado para transportar a ex presidente pra cima e pra baixo, com todas regalias e tal, foi “tomado” pela presidência e hoje é usado para transporte de órgãos, ajudando a salvar a vida de muitas pessoas ao redor do Brasil. Uma atitude magnânima e digna de aplausos, certo?

Também chamou atenção a ideia de demitir milhares de petistas que tinham cargos estratégicos no governo anterior, os chamados “comissionados” e “indicados”, e com eles uma economia de vários milhões de reais. Decisão mais que acertada, afinal, já temos muito sanguessugas em Brasília.

A chamada PEC 241 (que agora é PEC 55) támbém é uma decisão acertada do atual presidente. Limitar os gastos públicos é sim olhar o futuro com outros olhos, os olhos da austeridade e quem não concorda com isso são simplesmente funcionários da área pública que são dispendiosos por demasia aos cofres públicos. Isso é claro como água de fonte cristalina.

A reforma do ensino médio, hipótese outrora levantada pela ex presidente e que nenhuma entidade estudantil foi contra, gerou e ainda gera muita polêmica. Mas acreditamos piamente que isso vai ajudar a modernizar o nosso ensino público e certamente trará uma injeção de animo para os estudantes que veem a escola como algo chato e que não tem nenhum atrativo. Tem tudo para dar certo.

Como se pôde notar e foram enumeradas, as atitudes e decisões do presidente estão meio que numa igualdade. Decisões que mexem com a vida de milhões de pessoas geralmente geram muitas dúvidas e deixam o cidadão mais “simples” com uma “pulga atrás da orelha” sempre esperando que tudo caminhe da melhor maneira possível. Até agora, ele está indo razoavelmente bem.

Mas… sempre tem um mas… o presidente deu uma declaração infeliz e imperdoável no programa Roda Viva da ultima segunda feira (14/11/16) na TV Cultura.

O programa tinha tudo para ser o ápice desses quase 4 meses do governo, onde ele poderia sair por cima e enterrar qualquer duvida que ainda poderia estar pairando sobre sua capacidade de governar. Poderia…

Eis que Michel Temer, em determinado momento da entrevista quando foi perguntado sobre uma possível prisão do ex presidente Lula Molusco, foi tomado de uma falta de inteligencia cavalar e deu a resposta mais imbecilizada e mais esperada pela esquerda brasileira. Foi uma resposta no minimo tenebrosa e porque não dizer medrosa também.

Textualmente o presidente Michel Temer disse que “uma prisão de Lula poderia criar uma instabilidade no país e gerar muita revolta dos chamados movimentos sociais”. É inacreditável essa resposta que foge totalmente ao que mais de 80% da população brasileira espera.

Como todos sabem, Lula é alvo de inquéritos dos mais variados tipos e pelos mais variados crimes e isso já é mais do que suficiente para sua prisão ser decretada, o que possivelmente poderá acontecer muito em breve.

Oras… um presidente tem que falar em nome do seu povo. Se mais de 80% da população quer a prisão do sr Lula, por que diabos ele deu essa declaração infeliz num programa que é visto em rede nacional? Quem foi a pessoa que assoprou isso no ouvido dele? Não é possível acreditar que o presidente disse isso por si mesmo, que é algo que ele anseia, simplesmente não podemos acreditar.

Abaixo temos o vídeo dessa entrevista no programa Roda Viva. Vejam até o final. Todos precisamos saber o que o presidente pensa a respeito de vários temas, inclusive da Lava Jato. E prestem muita atenção quando ele fala do ex presidente Lula. Ele perdeu a chance de sair por cima, sendo aclamando pelo brasileiros nas redes sociais. Ao contrário disso, ele está sendo execrado. Uma pena.

Em breve, um próximo artigo. Até lá!

Um blog que fala de política, que não tem rabo preso com partido algum e apenas transmite as noticias cotidianas da política nacional e internacional.
Todos os direitos reservados - 2014 - 2017