A terceirização é um problema ou uma solução? | Politicos Do Brazil
A terceirização é um problema ou uma solução?
Por admin
02/04/2017

Já tem algum tempo que os brasileiros não acordam um único dia em suas vidas sem uma noticia polemica advinda de nossa classe política.

Nossos políticos são especialistas em tirar o sono dos habitantes desse maravilhoso país. Parece que tem isso no DNA, parece que está no sangue podre que correm em suas veias. E não se salva um sequer. Todos no mesmo balaio.

A “bola da vez” é o tal projeto da terceirização que vem “assombrando” alguns trabalhadores que, por desconhecimento ou por opiniões equivocadas, estão com as orelhas em pé!

Algum tempo atrás falamos um pouco disso tudo. Mais precisamente a 2 anos atrás, um artigo que você pode reler (pra quem já leu) ou ler pela primeira vez pra tentar entender um pouco do que falaremos a seguir. Segue o link AQUI.

Esse projeto vem claudicante desde 2004, curiosamente a 13 anos atrás, e desde outrora é uma discussão que não tem um ponto pacífico. Existem aos borbotões aqueles que demonizam o projeto e tem, na mesma proporção, aqueles que o abençoam com a clara evidencia de que o país necessitava de algo do tipo para “legalizar” os trabalhadores terceirizados de nosso rincão sem fim.

Necessário mencionar (mesmo que isso esteja explicito no artigo citado acima) que a terceirização é algo que existe no Brasil e mundo desde sempre. O ser humano sempre pôs alguém pra fazer algo que ele não teria habilidade para fazê-lo ou por pura e simples preguiça.

Sim, pode parecer pra alguns que a terceirização é algo relativamente novo que apareceu agora no governo Temer (na verdade, apenas continuação de Dilma) e, por ocasião de um “gópi” saiu das catacumbas para pegar no pé daqueles que não compactuaram com a saída “traumática” da ex presidente. Olha, pode parecer maluquice nossa, mas tem sim pessoas que pensam exatamente dessa maneira. Existem megalomaníacos aos montes. Infelizmente.

É até bizarro, já que a própria ex presidente sempre foi a favor de uma terceirização no Brasil. Obstante dela hoje criticar o projeto (2004 era o ano de quem na presidência?), a quem ela chama de um “gópi” nos trabalhadores brasileiros, sua memória seletiva parece não lembra-se de quando foi uma defensora efusiva do hoje modorrento projeto.

Enfim, o projeto foi aprovado e os “terceirizados” agora tem a quem recorrer em momentos complicados de sua vida trabalhadora. Se antes um trabalhador terceirizados não sabia a quem procurar quando tivesse necessidade sobre alguma situação, hoje ele está “segurado”. A lei está ao seu lado e não por trás só esperando o momento certo para lhe dar uma espetada.

Claro, ainda existem e sempre existirão aqueles que são contra e aqueles que são a favor. Mas não precisa procurar muito para saber quem faz parte de qual grupo.

De um lado temos especialistas, professores (sérios, não doutrinadores), economistas, advogados trabalhistas, enfim pessoas que convivem com números e situações legais e são favoráveis ao projeto. A defesa principal deles é que, além de gerar mais empregos, esses empregados serão respeitados e seus direitos amplamente preservados. Do outro lado temos sindicalistas, professores (doutrinadores), representantes da esquerda nacional (PT, PCdoB, PCB, REDE, PPS, entre outros) como Lindberg Farias e outros menos citados que estão criticando as turras todo o projeto em si. Segundo a lógica desses “inteligentes”, o projeto vai trazer de volta a escravidão na vida dos brasileiros e enterrar a CLT. Claro que nenhum deles se deu ao trabalho de ler um pouco de como era a vida dos escravos no Brasil e muito menos estão se importando do que rege a CLT, principalmente os sindicalistas que não estão nem aí para os trabalhadores!

Eles e seus simpatizantes chegaram ao cumulo de dizer que a terceirização irá atingir até atividades seculares como professor, por exemplo… além de inventarem uma bostialidade ao dizer que pode acabar também com os empregos concursados. Bom, se isso ajudar a desinchar a máquina pública, só ficará contra quem não quer largar a teta gorda do Estado, certo???

O site SPOTNIKS fez um excelente artigo que tira todas as dúvidas sobre o assunto e deveria ser leitura obrigatória principalmente para quem está criticando veementemente o tal projeto.

E você, caro (a) leitor (a), o que acha desse projeto? Ele vai te ajudar ou atrapalhar direta ou indiretamente? Pra você, tanto faz como tanto fez? Deixe seu comentário.

Em breve, um próximo artigo. Até lá!

Um blog que fala de política, que não tem rabo preso com partido algum e apenas transmite as noticias cotidianas da política nacional e internacional.
Todos os direitos reservados - 2014 - 2017