Manual para o Brasil sair da crise | Politicos Do Brazil
Manual para o Brasil sair da crise
Por admin
06/08/2017

É sabido que nosso querido país vem passando por uma das maiores crises, senão a maior, de toda sua história desde que ele foi (infelizmente) descoberto pelo senhor Pedro Alvares Cabral.

Essa crise é claramente fruto de uma corrupção desenfreada que atinge nossos habitantes desde aquela época. Ou algém esqueceu que Cabral enganou os indios com espelhos e colares vagabundos e levou embora ouro e madeira nobre? A pilantragem já tem 517 anos.

A corrupção politica atinge todos os niveis possíveis e imagináveis, vindo desde o simples cargo de vereador, atingindo o patamar máximo com o próprio presidente da República, seja ele (ou ela) quem for.

Parece ser uma unamidade que, mesmo com 517 anos, o Brasil está vivendo sim a sua maior crise, seja politica, seja financeira, seja de ética, seja de moral, enfim, crise em todas as esferas da nossa sociedade. São 14 anos moribundos que se arrastam e tiveram seu ápice nos ultimos 5 anos. Nota: sem querer pegar no pé, mas já pegando, perceberam que o PT está por trás de toda essa balburdia? Coincidencia? Não sabemos…

Normalmente, para um país sair de uma crise, o normal e mais justo a ser feito é cortar gastos aqui e acolá, certo? Mas nosso presidente, filhote do partido vermelho, fez exatamente o contrário ao aumentar impostos e, pasmem, aumentar o valor da gasolina. Todo mundo sabe que, ao aumentar a gasolina, toda cadeia economica sente o tranco e assim tudo, indubitavelmente, irá acompanhar o aumento. Um circulo vicioso que apenas atrapalha o eventual crescimento de um país.

Depender da classe politica para ter ideias de como ajudar o Brasil a se livrar dessa crise homérica é a mesma coisa que depender do Beira Mar para por fim ao narcotráfico em nosso país. Utopia.

Mas, como bons brasileiros, fizemos um manual para isso. Sim, o blog não é apenas um canal de criticas mistas em cima dos politicos, aqui também damos ideias para auxiliar os politicos, já que eles não pensam muito mesmo né? E não fazem o menor esforço para pensar no Brasil como um todo, apenas e tão somente em si e em seus familiares e amigos.

Sem mais delongas, segue nosso manual para ajudar o Brasil a sair do buraco.

  • Diminuir de 28 para 12 o número de ministérios brasileiros. Alguns seriam extintos, como o da Cultura, Cidades, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos e outros seriam incorporados aos que já existem;

  • Reduzir o número de senadores para apenas 1 por estado. Além de serem completamente dispensáveis, os senadores tem um mandato de 8 anos e salários acima do salário de presidente. Não faz sentido ter 3 por estado;

  • Reduzir drasticamente o numero de deputados federais. Hoje são 513, o que dá uma media de 19 por estado. Isso é um absurdo! A ideia é de apenas 2 por estado, perfazendo um total de 54 (contando o DF). A economia com essa redução seria gigantesca;

  • Acabar com auxilios e cotas nos 3 poderes, pois fere a constituição federal. Pra que um politico que recebe um salário BEM acima da média nacional, precisa ter auxilio moradia, por exemplo? Não tem motivo algum. Sem falar nas aberraçãoes, como o tal auxilio paletó;

  • Extinguir o fundo partidário. O motivo é simples. O partido, seja ele qual for, deve ser mantido por seus militantes e não pelo povo em geral;

  • Sabe aquele cartão corporativo, que os políticos usam para os mais diversos fins, tais como viagens, alguns até chegaram ao cumulo de usarem em festinhas com moças dentro de motéis? Ele tem que ser sumariamente extinto. É inadmissível que o povo pague pela suruba de terceiros;

  • Colocar um fim definitivo no excremente social chamado foro privilegiado. Esse nem precisa explicar;

  • Fim das aposentadorias vitalicias dos políticos. Em que país civilizado, os políticos sequer tem salário pois vivem com ajuda de custo. O motivo é simples: politica não é profissão, então não pode ter um salário polpudo e jamais ter uma aposentadoria vitalicia, com apenas 8 anos de mandato;

  • Fim imediato das aposentadorias de políticos com 2 mandatos. Para ter tal direito, deve-se aposentar com 65 anos e aqueles que não tem 65 anos, devem ser obrigados a devolver suas aposentadorias aos cofres públicos;

  • Planos de saúde e odontológico apenas e tão somente para o titular, excluindo os dependentes. Muitos podem pensar que seria uma crueldade, mas eles recebem altissimos salários e podem pagar por isso;

  • Esse ponto é crucial. Fim dos assessores. Se o assessor trabalha para o politico, por que eu ou você temos que pagar por isso? Não tem sentido algum, correto? E ainda se levarmos em conta que alguns, como o senhor Collor de Melo, chega ao cumulo de ter 80 assessores. Isso tem que acabar! ;

  • Acabar com a farra de telefone, passagem aérea e combustivel infinitos. Quem paga a conta é o povo brasileiro. Não tem cabimento uma aberração dessas e isso tem que acabar imediatamente;

  • O STF virou, de uns tempos pra cá, um puxadinho de partidos politicos. TODOS, sem exceção, entraram ali por indicação e assim sendo votam por interesse apenas. A ideia é fazer concurso público para ingressar na instituição. Pode ter fraude? Pode. Mas é o meio mais justo;

  • Acabar com a teta gorda do sindicalismo nacional. A extinção (por completo) do imposto sindical é uma necessidade quase visceral em nossa sociedade. Chega de bancar a vida luxuosa de sindicalistas, enquanto os trabalhadores trabalham duro e muitas vezes, nem um teto pra dormir tem.

  • Fim da imunidade parlamentar. Para deferir isso, trazemos à tona um caso emblemático onde um parente do senador Collor de Melo foi mortalmente ferido dentro do Senado e nada aconteceu com seu algoz. Por que? Pela maldita impunidade. E também quem bebe dessa fonte pode falar o que lhe der na telha e não sofrerá sanções por isso. Bom, nem todos… temos o caso do Jair Bolsonaro que está sofrendo processo no caso com a ignóbil Maria do Rosário;

  • Mudança total no código penal brasileiro. Essa maluquice de prender a pessoa apenas se for em flagrante, mesmo ela tendo confessado que praticou o crime é algo que não desce pela garganta de alguém honesto. Estipular fiança para um assassino confesso é outra demência que só serve para aumentar a sensação de impunidade em nosso chão brasileiro

Citamos 16 pontos que julgamos imprescindíveis para o Brasil sair desse poço profundo que está metido desde sempre. Alguns trarão economia financeira para o país e outros trarão um aumento na autoestima do povo.

É isso ai pessoal, esse é o nosso manual. É provável até virar tema de palestras pelo mundo afora, não é mesmo? Claro que não como as palestras de um certo cidadão. Porque essas, como diria Padre Quevedo, elas NON ECZISTE!

Obs: se tiverem alguma ideia, deixem nos comentários. Valeu!

Em breve, um próximo artigo. Até lá!

Um blog que fala de política, que não tem rabo preso com partido algum e apenas transmite as noticias cotidianas da política nacional e internacional.
Todos os direitos reservados - 2014 - 2017