As malas da vergonha de Geddel Vieira Lima | Politicos Do Brazil
As malas da vergonha de Geddel Vieira Lima
Por admin
06/09/2017

O Brasil continua na vanguarda mundial da corrupção endêmica, sistêmica e institucionalizada.

Nosso querido país é “exemplo” quando falamos de governabilidade desastrosas, políticos que não estão nem ai para seu povo, instituições falidas e inchadas, enfim, aqui é terreno fértil para pessoas desprovidas de caráter e vergonha brotarem da terra aos montes.

É quase uma unanimidade que, para nos livrarmos dessa doença chamada corrupção, a única saída é diminuir o tamanho do Estado. A história mostra e prova que um Estado menor facilita descobrir os podres, seja na esfera politica, seja nas instituições guiadas por políticos corruptos. Os únicos que não concordam são aqueles que se beneficiam, direta ou indiretamente, dessa vergonha.

O pior que a politica brasileira é tão nojenta, tão inescrupulosa, que ela não escolhe partidos. Todos, ou pelo menos 99,9% deles tem em suas trincheiras, do menor ao maior grau, indivíduos (masculino e feminino) que algum dia se envolveram em esquemas obscuros sempre visando seu bem estar e dando uma banana para aqueles que um dia neles confiaram, depositando seu voto e esperança.

A bola da vez desse lamaçal atende pelo nome de Geddel Vieira Lima. Que? Você não conhece? Nunca ouviu falar? Desconhece a figura porque imagina que ele nunca teve relevância na politica, a nível nacional e brasileiro?

Lamentamos dizer, mas o indivíduo em questão tem sim um peso grande na politica nacional. E não estamos falando apenas do peso corporal, graças aquele pança desproporcional. Nada disso. O peso em questão é que ele tem livre circulação em todos os partidos, especialmente entre o PT e o PMDB.

No primeiro ele foi ministro do senhor Luis Inácio. Mais precisamente ministro da integração nacional no período de 03/2007 até 03/2010. Foi também figura importante na Caixa Econômica Federal, durante o governo de Dilma Rousseff, no período de 03/2011 até 12/2013. Já no segundo partido, ele é filiado desde sempre e foi deputado federal por 5 (!) mandatos consecutivos, entre 02/1991 até 02/2011. Foi também, por 5 meses, ministro chefe da secretaria de governo do presidente Michel Temer, entre maio e novembro de 2016.

Notaram a ficha extensa do mequetrefe? Grande né?

Pois bem, como dissemos no começo do artigo, a classe politica brasileira é podre e adora um dinheiro alheio. E claro que Geddel não poderia ficar de fora, ainda mais sabendo os tipos de pessoas que ele teve ao seu redor nos últimos anos.

No dia de ontem (05/09/2017), a Policia Federal encontrou em um apartamento de propriedade do senhor Geddel Vieira Lima várias malas e caixas com dinheiro vivo. Repetimos: dinheiro vivo, em espécie! Inteligentemente chamado de “bunker” por especialistas, o apartamento em questão não era habitado e sua única utilidade era esconder esse dinheiro, proveniente de propina, dos olhos da policia. A estratégia não deu certo e o esconderijo foi descoberto.

Precisamos pontuar que o ex ministro está em prisão domiciliar desde julho, com direito a tornozeleira eletrônica, depois de passar apenas 9 dias na cadeia. Isso deixa claro que o dinheiro encontrado já estava lá fazia algum tempo.

Segundo informações, esse dinheiro é proveniente do tempo em que Geddel era figurão na Caixa Econômica, colocado lá (como vocês sabem) por Dilma Rousseff. Explicitamente é dinheiro público. Dinheiro roubado do pagador de impostos. Dinheiro que poderia e deveria ter sido utilizado para melhorar a vida das pessoas. As mesmas pessoas que o PT sempre disse que eram seu norte. Mas todos sabemos que isso é uma mentira cavalar e cada dia essa mentira se faz presente.

O valor dessa roubalheira, contado pela PF durante todo o dia, ficou em exatos R$ 51.030.866,40 reais, divididos entre R$ 42.643.500,00 e US$ 2.688.000,00. Como dizem os mais antigos, é dinheiro pra boné!

mala_geddel

O que se espera agora é que depois dessa presepada, o cidadão volte para cadeia e fique por lá. E também que seja homem para entregar de quem é esse dinheiro e qual a finalidade dele. Não é possível que ele imagine enganar a todos, dizendo que o dinheiro é para sua aposentadoria e ele guardava em casa porque não confiava nos bancos, né? Seria muita vagabundice!

Em breve, um próximo artigo! Até lá!

Um blog que fala de política, que não tem rabo preso com partido algum e apenas transmite as noticias cotidianas da política nacional e internacional.
Todos os direitos reservados - 2014 - 2017