Saidinhas, indultos e remissão de pena. Os presidiários brasileiros tem muitas mordomias! | Politicos Do Brazil
Saidinhas, indultos e remissão de pena. Os presidiários brasileiros tem muitas mordomias!
Por admin
17/05/2018

Se tem um assunto que gera discussões sem fim nesse Brasil é falar sobre o sistema prisional, nosso código penal e por consequência nossos presidiários.

No distante ano de 1989 (quem tem mais de 40 anos vai lembrar), um certo candidato apregoou aos 5 cantos de nosso imenso país que, quando empossado presidente, iria fazer uma reformulação profunda em diversas áreas do nosso sistema extremamente falido e corrupto.

Claro que todos sabem de quem estamos falando e sabem também que nada do prometido foi cumprido, muito pelo contrário, a merda não parou até hoje de sair pelo ralo. Entupiu a boca do bueiro bonito!

Um dos mais discutidos pontos daquela longínqua época está dando dores de cabeça nos brasileiros até hoje e parece que vai demorar um bom tempo para que esse ponto seja discutido de forma correta e, se tudo der certo, ser sumariamente extinto. As benditas (ou malditas) mordomias para nossos presos.

Entre elas citamos: saidinha (dia disso ou daquilo, natal, ano novo, etc), indultos e a famigerada desgraçada remissão ou progressão de pena, aquela que obriga a soltar, perante “bom comportamento”, um marginal com apenas 1/6 da pena concluída. Pra ficar claro… assassinos contumazes como casal Nardoni e Suzane Richtofen, apenas para ficar em casos famosos, mesmo que sejam condenados a 60 anos de prisão, sendo “anjinhos” na cadeia, sairão com apenas 10 anos cumpridos. Que coisa linda né?

Calma que não acabou por ai…

Continuamos nos 2 casos citados acima. A sociedade teve uma convulsão agora no feriado de dia das mães. Ficaram arrancando os cabelos (mesmo os carecas) porque viram dona Suzana, mandante da morte dos pais, sair pela porta da frente da cadeia de Tremembé para se beneficiar do indulto (ou saidinha) de dia das Mães. O que???? Alguém que mandou matar os pais tendo essa mordomia e porque não dizer uma incoerência ímpar da nossa justiça brasileira??? Sim! É isso mesmo!

Todo cidadão de bem, que respeita as leis e tenta andar pelo lado certo achou esse episódio, e outros também, um tapa na cara da sociedade com luva de pelica. Realmente se contarmos isso em Portugal, os bigodudos irão rir da gente até doer a barriga. É uma coisa louca! Uma lei que BENEFICIA assassinos! Quando o certo, pelo menos pensamos assim, é que gente dessa periculosidade deveria ficar o resto da vida na cadeia, quando não sentir o peso de uma cadeira elétrica ou algo do tipo.

E o que pensar ao ver uma mulher que matou sem dó nem piedade sua enteada, saindo pela porta da frente da cadeia, no mesmo feriado de dia das mães? Louco né? Aconteceu com Ana Carolina Jatobá, mulher de Alexandre Nardoni, por consequência pai da pequena Isabella Nardoni. Vocês lembram do caso, né? Um caso monstruoso, que até hoje ninguém consegue achar respostas para tamanha monstruosidade. Pois bem, essa moça tem a anuência da justiça para celebrar um dia como esse, saindo da cadeia para visitar parentes, enquanto a mãe legitima de Isa jamais poderá ouvir de sua filha um “feliz dia das mães”. Que coisa maluca, gente!!!!

Estamos focando nesses 2 casos porque eles vieram a tona no referida data de comemoração para as mães. Mas existem inúmeros casos. Quem não se lembra do estudante Vitor Gurman, que foi morto na calçada por uma mulher irresponsável, bandida, que estava bêbada ao volante???? Essa mulher, salvo engano, até hoje não foi presa. Responde a esse assassinato em liberdade. Um absurdo completo, sem explicação alguma das autoridades brasileiras.

Nossa justiça tem algum problema muito grave. Aquela história de que a justiça é cega não convence mais. Hoje a realidade é que a justiça existe para quem pode pagar bons advogados. Não precisamos nem mencionar o caso do ex presidente que mesmo preso, seus advogados continuam entrando com N recursos para tirá-lo da prisão.

Faz-se necessário uma profunda reformulação de nosso código penal! A sociedade brasileira não aguenta mais ler, ver e ouvir certas barbaridades que vem acontecendo a muitos anos em nossa sociedade. Não dá mais pra engolir a ideia de que o crime compensa. A ideia de que fazer algo errado não necessariamente vai te fazer ver o sol nascer quadrado.

A grande verdade é que, caso não seja preso, o cidadão que vai parar numa prisão acaba não achando ruim que isso aconteça. Afinal, são tantas saidinhas, indultos, progressão de pena e o diabo a quatro que eles acabam não levando muito a sério isso. Pode parecer louco, mas acabam achando até interessante.

Ah… quase íamos esquecendo. Falamos de 2 casos famosos, mas não podemos esquecer dos marginais que saem nessas molezinhas e acabam cometendo crimes dos mais variados. Essa semana mesmo um marginal beneficiado com essas molezas matou um delegado da policia federal, na frente de sua família. Lamentável em todos os aspectos!

Já foi mais que provado. Nosso código penal dos anos 40 não se aplica mais a vida que o brasileiro leva hoje em dia. A violência está em todos os cantos. Não dá mais pra aceitar os absurdos que vem acontecendo. Isso tem que mudar com urgência! O próximo presidente tem que ter culhão e ir pra cima mesmo, mudar radicalmente essa lei efêmera e puxar pro povo novas leis que beneficiem aqueles (as) que andam pelo lado certo!

Esse tema é uma ideia da seguidora Luciana Oliveira. Seu perfil no twitter é @LuOliveira1972. Sigam ela!

Em breve, um próximo artigo. Até lá!

Um blog que fala de política, que não tem rabo preso com partido algum e apenas transmite as noticias cotidianas da política nacional e internacional.
Todos os direitos reservados - 2014 - 2018