A greve que parou o Brasil! | Politicos Do Brazil
A greve que parou o Brasil!
Por admin
27/05/2018

O Brasil está enfrentando um problema que por muito tempo ficou meio que em stand by. O problema tem nome e são conhecidos como caminhoneiros.

É isso ai, leitor (a) do blog, o país está parado nas mãos daqueles que levam o desenvolvimento para sul e norte, do Oiapoque ao Chuí, de lá pra cá, enfim, pra todos os cantos do nosso rico chão brasileiro. Os caminhoneiros tomaram as rédeas da situação e estão de braços cruzados, em total sintonia para que suas reivindicações sejam aceitas pelo governo federal.

Até onde se tem noticia, o movimento não tem um sindicato por trás. Tudo foi orquestrado pelos próprios trabalhadores que se organizaram e criaram uma teia que liga todos os pontos do país. Um grande mérito, diga-se de passagem.

Claro que em todo movimento tem sempre um ou mais lideres, não necessariamente que sejam de sindicatos ou associações, nada disso. Inclusive um dos lideres já foi responsável por algo semelhante nos governos Sarney e FHC. Não se espantem, o lance é sério mesmo.

O primeiro grande impacto sentido pela sociedade onde foi? Um doce pra quem adivinhar… isso mesmo, onde se mais sentiu foi na bomba de gasolina. Formaram-se filas para abastecimento de automóveis e utilitários por todo país. Uma loucura só vista na época em que os donos de postos fazem o tal dia sem imposto, quando repassam para os consumidores o valor exato do combustível, sem embutir o maledeto imposto governamental.

Continuando…

Começou com automóveis e utilitários. Depois foi pros aviões. Vários voos cancelados, causando um enorme aborrecimento num sem número de pessoas. Um passinho para a bancarrota total. Acreditem: chegamos ao cumulo de faltar alguns alimentos em determinados supermercados, que são abastecidos semanalmente com produtos que fazem parte do dia a dia da população.

Para se ter uma noção da gravidade da coisa, o governo se reuniu em caráter de emergencia para procurar saídas para resolver de maneira interessante o problemão. Chegaram a dizer que um acordo foi feito, mas para surpresa de todos isso não aconteceu. Foi uma falácia. Esqueceram de combinar com os caminhoneiros e costuraram um acordo com representantes de associações, que os próprios trabalhadores não reconhecem como seus representantes legais nesse movimento todo. Ponto negativo para Temer e sua equipe atrapalhada.

Temer, inclusive, mencionou usar a força nacional para desobstruir as rodovias, entradas de cidades, locais estratégicos que os caminhoneiros fecharam e por onde não entra e não sai nada. Mas os próprios representantes disseram que não era bem assim e eles só iriam ficar na retaguarda para evitar maiores problemas. Muito bom. Ótima atitude.

Mas afinal, o que querem os caminhoneiros? Em suma, eles querem a diminuição dos impostos sobre o diesel e a tabela de preços sobre o frete. Muita gente nas redes sociais imaginam que eles querem a diminuição inclusive dos valores praticados sobre a gasolina nos postos. Não. Não tem nada disso. É uma greve com um único propósito. E um propósito que atende apenas e tão somente essa categoria. É justo? Sim. Mas não se estende a todos.

O bom dessa história é que, como já foi dito, eles não tem associações ou sindicatos por trás. O movimento é livre dessas amarras. Querendo ou não é uma ótima iniciativa e mostra o quão forte é essa categoria. Será que agora a sociedade vai perceber como um país pode parar literalmente por causa dos amigos da estrada?

Aliás, não é só a sociedade quem tem que perceber isso. Os políticos, ainda mais, precisam olhar com mais carinho para essa categoria de trabalhadores. Eles movimentam nossa economia. Infelizmente, por uma burrice gigantesca da nossa classe politica, o escoamento de grãos e todo tipo de produtos não é feito pelos trilhos (como deveria ser feito) e assim os caminhões acabaram se tornando a válvula de escape.

Em 6 dias de greve, eles conseguiram atingir todos os tentáculos da sociedade. Desde alimentos até automobilísticas. Ah, sem esquecer das empresas estatais, entre elas a rainha Petrobras. Prejuízos milionários. Levará um tempo até tudo voltar ao normal? Sim. Mas as vezes é preciso assustar os políticos. Só assim eles enxergam que o povo tem força. Não é mesmo?

caminhoes

Obs: a esquerda brasileira fez das tripas coração para parar o Brasil por causa do seu maior representante que está preso. Não conseguiram. E agora querem de toda maneira pegar carona na greve dos caminhoneiros se dizendo amigos do movimento. Mas não colou. Essa manifestação tem dono. O povo brasileiro!

Em breve, um próximo artigo. Até lá!

Um blog que fala de política, que não tem rabo preso com partido algum e apenas transmite as noticias cotidianas da política nacional e internacional.
Todos os direitos reservados - 2014 - 2018