Ele mentiu de novo! E envolveu até o Papa! | Politicos Do Brazil
Ele mentiu de novo! E envolveu até o Papa!
Por admin
12/06/2018

Como é de conhecimento de praticamente a maioria esmagadora do povo brasileiro, a classe politica não goza de prestigio, sobretudo por serem pessoas desprovidas de caráter (em sua maioria), bondade, visão de bem estar de seu povo e outras cositas más.

Mas sem sombra de dúvidas, o que irrita por demais nos políticos brasileiros do nosso Brasil varonil verde e amarelo é a maldita mania de mentir! Isso enche o saco! Faz até o mais calmo dos monges perder a calma e chutar a porta do vizinho!

Essa mania, vamos dizer assim, já vem desde muito tempo atrás. Naqueles longínquos anos do descobrimento de nossa querida mãe pátria. Naqueles tempos de outrora, descobertos pelos portugueses que já não gozavam de tanto prestigio na Europa, nosso povo vem cultivando a velha arte de mentir em beneficio próprio, pouco se importando com os desdobramentos que uma mentira pode trazer para os envolvidos.

E assim o tempo foi passando, viramos uma República e vieram eles, os politicos, essa classe tão defenestrada pelo brasileiro comum desde sempre. Evidentemente que eles dão todos os motivos possíveis e impossíveis para isso. Desde 1889 dá pra contar nos dedos de uma mão (uma mão que tenha 5 dedos) políticos que ainda hoje povoam as mentes do brasileiro que, por incrível que pareça, falam desses políticos com extrema saudade, chegando a rolar lágrimas dos olhos ao lembrar do quanto eram humanos essas figuras que hoje não passam disso: lembranças.

Esse tempo não existe mais. Ficou para trás. O que restou foi saudade.

Infelizmente os homens da politica que pensavam no povo e falavam com ele olhos nos olhos também não existem mais. São apenas retratos pendurados nas paredes pelo Brasil afora. O que temos hoje são o retrato fiel de raposas, aqueles animais que ficam a espreita só esperando um vacilo da caça para dar o derradeiro golpe fatal.

Quando dizemos que os políticos de hoje são, em sua quase totalidade, mentirosos e pouco se importam com seu povo, não estamos criando um ambiente inóspito onde a intolerância (palavra que a esquerda adora) impera e inverdades são ditas praticamente todos os segundos do ano. Nada disso, estamos sim retratando fielmente o momento (que já vem desde 1889) conturbado na esfera politica. O politico brasileiro é, sobretudo, um mentiroso contumaz e não tem o menor pudor de mostrar isso de maneira cristalina como á agua que desce da mais linda cachoeira da Serra da Mantiqueira.

O grande expoente politico da mentira é, acho que todos concordam, o senhor Luiz Inácio. Sim, aquele mesmo que fundou o PT, a ORCRIM, um dos membros fundadores do Foro de São Paulo, etc e tal. O mesmo que disse numa entrevista, tá no Youtube pra todo mundo ver, que mente mesmo e ri das mentiras que conta pro povo. Aquele mesmo que ainda candidato no distante ano de 1989 dizia aos 4 cantos, em verso e prosa, que mudaria o país com reformas disso e daquilo, que seria o primeiro pobretã0 à comandar uma nação (mentiu ai também), enfim, vocês conhecem bem a figura grotesca, não é mesmo?

Vivendo de mentiras desde seu nascimento, o senhor Luiz Inácio vira e mexe abre sua boca e solta as mais varias pérolas. Desde que foi preso então, parece que a fonte não seca. Ao contrário, com muito tempo livre o que ele mais faz é pensar em mentiras das mais loucas e sair postando em suas redes sociais, para deleite de seus fiéis súditos e motivo de gargalhadas monumentais de quem o que ver preso até o fim de seus dias.

A penúltima loucura mentirosa que ele soltou envolveu até, acreditem, o papa Francisco. Sim, vocês o conhecem, o papa argentino torcedor do San Lorenzo, eterno combatente da injustiça social no mundo e que, dizem, orgulha a igreja católica. Bom, não mais que a CNBB, hoje um grande covil da esquerda nacional. Que medo.

Se valendo das redes sociais, o senhor Luiz Inácio comunicou ao mundo que o papa lhe presenteou com um rosário abençoado por ele mesmo, numa caixa, com dedicatória e tudo. Esse presente teria sido entregue não a ele pelo advogado Juan Grabois, que seria representante  do Papa no Vaticano. Não só ele, mas todos seus asseclas petistas confirmaram essa história em suas redes sociais. Gente do quilate de Gleisi Hoffmann, Lindbergh Farias, Paulo Pimenta e outros menos citados. Para eles, isso demonstraria a preocupação de Francisco e toda igreja católica com a prisão “errônea” de um preso político.

Mas adivinhem? Tudo isso é… mentira!

Essa história é tão ridícula e mentirosa que chega a embrulhar o estômago. Como pode um ser humano usar a figura de um Papa para alardear suas megalomanias mundo afora?

A grande verdade é que Juan Grabois não é representante do Papa, sequer faz parte do Vaticano, quiça não seja nem advogado. Ele é sim apenas mais membro da esquerda latino americana, ex-consultor do Pontificio Conselho Justiça e Paz (que não existe mais) e fundador do Movimento dos Trabalhadores Excluídos (não sabemos o que isso quer dizer). Em poucas palavras, ele não poderia estar na PF pedindo para visitar um condenado da justiça. Tanto é que ele não entrou. Ponto para Polícia Federal.

mentira_lula

Outra: o rosário não foi enviado por Francisco. O artefato religioso foi sim enviado ao condenado em Curitiba, mas diferentemente do que estão apregoando por ai também não foi abençoado para, exclusivamente, o ex presidente. Nada disso. Segundo informações, a benção é dada indistintamente, não importando quem seja o recebedor do presente. Que feio, senhor Luiz Inácio.

Por que as pessoas mentem assim? Qual prazer elas tem? Um dia a verdade vem a tona. E com as mídias sociais, a verdade vem mais rápido que Usain Bolt nos 100 metros.

Em breve, um próximo artigo. Até lá!

Um blog que fala de política, que não tem rabo preso com partido algum e apenas transmite as noticias cotidianas da política nacional e internacional.
Todos os direitos reservados - 2014 - 2018