O super ministro Sergio Moro e a liga da justiça do presidente Bolsonaro | Politicos Do Brazil
O super ministro Sergio Moro e a liga da justiça do presidente Bolsonaro
Por admin
01/11/2018

E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.

Assim começa esse artigo, que vai falar de um assunto super mega master importante para o país. Depois da eleição de Jair Bolsonaro, é lógico.

Na primeira semana como presidente eleito, Bolsonaro foi atrás dos nomes para compor seu ministério. Aliás, um ministério de fazer inveja para muitos países desenvolvidos. Por que? Porque tirando um ou outro nome que já é da politica, a imensa maioria não vem da politica e o melhor de tudo: são profissionais das áreas onde irão atuar como ministros. Jogada de mestre do capitão!

Vamos conhecer alguns nomes?

Economia: Paulo Guedes

Ciência e Tecnologia: Marcos Pontes

Casa Civil: Onyx Lorenzini

Defesa: General Augusto Heleno

Justiça: Sérgio Moro

No momento, o único ministro confirmado que é da politica é Onyx Lorenzini. Porém, contudo, todavia, seu nome é muito festejado pela direita e pelos eleitores do capitão. Além de ser um nome muito forte na Camara dos Deputados, ele foi extremamente atuante para fazer a propaganda de Bolsonaro nas redes sociais. Um baita achado.

Paulo Guedes, que vai comandar a economia é formado com PHD em economia pela Universidade de Chicago, faculdade considerada uma referência do pensamento econômico liberal, Guedes também já foi integrante do conselho de administração de diversas companhias, entre elas PDG Realty, Localiza e Anima Educação. Ele também fundou o Instituto Millenium, foi professor de macroeconomia na PUC (RJ), na FGV (Fundação Getúlio Vargas) e no IMPA (Instituto de Matemática Pura e Aplicada) e também sócio majoritário do IBMEC. No bom português, o cara é um puta profissional na área dele.

Marcos Pontes, o primeiro astronauta brasileiro, é o homem escolhido para comandar a pasta de Ciência e Tecnologia. Em um primeiro momento, muitas pessoas apenas o conhecem com essa alcunha. Mas ele é uma pessoa extremamente preparada para a missão ministerial. O currículo de Marcos Pontes é tão rico, que não caberá aqui nesse artigo. Sugerimos que vocês leiam, mediante esse LINK.

A defesa ficará em ótimas mãos. O general Augusto Heleno é um general de exército da reserva do Exército Brasileiro. Em português fácil de entender, é um homem de alta patente e muito preparado para comandar uma pasta tão importante, que engloba a defesa e soberania nacional. Já disse que defende direitos humanos para “humanos direitos”, mostrando que tem hegemonia total com a linha de pensamento do nosso presidente. Escolhido a dedo, certamente fará o seu melhor em prol de nosso querido país e seus habitantes.

Agora, a tacada de mestre ficou por conta da indicação e aceitação do juiz Sérgio Moro. Esse nome abalou as estruturas da esquerda nacional e internacional. O homem forte da operação Lava Jato e um dos responsáveis diretos pela prisão do maior bandido internacional de todos os tempos, super preparado em sua área, uma das referencias da magistratura nacional, em suma, um homem acima de qualquer suspeita é aquele que vai comandar o ministério da Justiça, que vai englobar Segurança Pública, Transparência, Controladoria Geral da União e Controle de Atividades Financeiras (Coaf).

Como podem ver, não será um “simples” ministério. Vai ser um super ministério. É a liga da justiça do presidente Jair Bolsonaro.

O presidente já disse que Moro terá carta branca. Ou seja, ele manda e desmanda e ponto final.

Em seu twitter, o presidente disse: sua agenda anticorrupção, anticrime organizado, bem como respeito à Constituição e às leis será o nosso norte! Sábias palavras que mostram o porque de um nome tão forte como Moro. Alguma dúvida do quanto esse homem é preparado para a labuta???

Um detalhe de suma importância é que a Policia Federal ficará subordinada a Moro. Com isso, qualquer chance de indulto para o presidiário de Curitiba é enterrada de uma vez por todas. A felicidade de mais de 55% da população brasileira é tanta que transborda em todos os rios, mares e oceanos do mundo! Além do mais, a juíza substitua de Moro será Gabriela Hardt, simplesmente a juíza que mandou prender o apedeuta José Dirceu. Tão ou mais pulso firme quanto Moro.

Esses são, por enquanto, os nomes confirmados. Vendo esses nomes, já dá pra imaginar que nosso país dará um giro de 720 graus. Sim, não existe essa circunferência, mas já colocamos. Indo por essa linha, o presidente tem tudo para entrar na história da democracia moderna em nosso amado Brasil.

A torcida é grande. O Brasil vai voltar a ser gigante sim! Aqueles (as) que desejam o contrário são a escória. São nojentos. Querem que o povo se exploda. E ainda posam de “gente do povo”. Porcos! Canalhas! Aceitem a derrota e sumam pras colinas!

Em breve, um próximo artigo. Até lá!

Um blog que fala de política, que não tem rabo preso com partido algum e apenas transmite as noticias cotidianas da política nacional e internacional.
Todos os direitos reservados - 2014 - 2018