O programa Mais Médicos acabou. Culpa da ditadura cubana! | Politicos Do Brazil
O programa Mais Médicos acabou. Culpa da ditadura cubana!
Por admin
15/11/2018

O novo governo presidido por Bolsonaro, que tomará posse no primeiro dia no ano, está dando golpes certeiros na ala esquerda brasileira. É cada estocada que chega a dar vergonha alheia.

Não obstante a escolha de pessoas capacitadas para ocupar alguns cargos estratégicos em ministérios, já incluso ai o nome de Luiz Mandetta para a Saúde, eis que o presidente eleito pela AMPLA MAIORIA dos brasileiros (as) deu mais uma tacada de mestre.

A descontinuação do programa “Mais Médicos” foi aquilo que se pode chamar de tapa com luva de pelica. Se você esteve em órbita nos últimos anos e não sabe do que se trata, leia esse artigo que fizemos sobre esse programa nefasto, segregador e porque não dizer escravagista. Foi mais um daqueles tiros de calibre 12 que a esquerda deu no peito dos brasileiros, levando-os a óbito.

“Mas gente, não pode acabar com esse programa tão humano, que leva a medicina aos mais longínquos cantos do país e de grátis…”

Temos absoluta convicção de que nosso (a) leitor (a) já ouviu isso, mesmo a noticia ainda sendo fresquinha, correto? Mas da boca que saiu essa falácia, sai também a história do 9 dedos livre e outras demências. Ponto pacifico. Continuemos…

No link do artigo que deixamos acima, a verdade aparece cristalina como água que desce pelas cachoeiras de nosso lindo país. O programa nada mais foi do que uma maneira de engordar os cofres da ditadura cubana, que por sua vez repassava uma quantia para a esquerda brasileira, capitaneada (quem diria) por Luiz Inácio e seus (mais de) 40 ladrões.

E entendam o seguinte: dos milhares de médicos enviados por Cuba ao nosso país, mais de 90% não eram médicos exatamente e sim enfermeiros e alguns até curandeiros! Que bafão hein????

Além desse absurdo, ainda conta o fato de que cada 10 reais ganho por cada “médico”, 8 iam para Cuba, encher o pandú daquela ditadura sanguinária. Oras, como alguém pode dizer que concorda com essa aberração!!! É ser muito pilantra!!! Suas famílias não viam a cor do dinheiro e continuavam a passar necessidades no país caribenho.

Algumas noticias que pipocam por ai dizem que a “culpa” é do presidente eleito. Não. Nada disso. Cuba saiu do programa porque quis. E sabem quais os motivos? O presidente queria que eles se enquadrassem a algumas regras e Cuba simplesmente disse não. Regras rigidas? Não. Vejam:

“Condicionamos à continuidade do programa Mais Médicos a aplicação de testes de capacidade, salário INTEGRAL aos profissionais cubanos, hoje MAIOR parte destinados à ditadura castrista, e a LIBERDADE de trazerem suas famílias. INFELIZMENTE Cuba NÃO aceitou.”

Nossa, como esse presidente é monstruoso. Ele só queria libertar os médicos da escravidão ditatorial cubana e dar-lhes liberdade, algo que nunca tiveram na ilha caribenha. É ser muito fascista né???

Agora, vocês conseguem adivinhar quem criticou essa medida? 10 segundos para resposta…

Claro!!!! Foram os de sempre!!! A ala esquerdista brasileira!!! Sempre os mesmos que pouco se lixam para o povo e para liberdade do individuo. Parasitas do Estado. Escória da humanidade. Vejam a calamidade dita por Alexandre Padilha, Guilherme Boulos, Manuela D Ávila e Gleisi “amante” Hoffmann. Alguns desses citados já se preocupou com o bem estar da nação?

Alexandre Padilha

Guilherme Boulos

Manuela

Gleisi Hoffmann

É por causa dessas aberrações que ainda estamos amarrados ao atraso.

Esse programa nunca foi para levar médicos para localidades esquecidas, para os mais pobres e toda conversa fiada que foi exaustivamente repetido durante os 14 anos de trevas que o país teve que passar, sob a tutela esquerdista, muito pelo contrário. Assim como Cuba foi financiada pelo governo russo, levando o assassino Fidel Castro a ser considerado um dos homens mais ricos do mundo, enquanto sua população passava dificuldades, dessa feita era o governo brasileiro (na figura demoníaca de um certo presidiário) quem financiou durante alguns anos essa vergonha mundial!

Cuba é um retrocesso a quase 60 anos. E continuará sendo assim. Quando você ouvir algum maluco (a) dizer que lá é um paraíso, que a saude/educação são de primeiro mundo, simplesmente ignore e vá embora. Afinal, você não ganhará nada conversado com lunáticos (as). Fica a dica.

Em breve, um próximo artigo. Até lá!

Um blog que fala de política, que não tem rabo preso com partido algum e apenas transmite as noticias cotidianas da política nacional e internacional.
Todos os direitos reservados - 2014 - 2018