Senadora do PP admite que urnas eletrônicas são inseguras! | Politicos Do Brazil
Senadora do PP admite que urnas eletrônicas são inseguras!
Por admin
06/08/2015

Todos se lembram da guerra politica que foi a corrida presidencial no ano de 2014.

Todos também se lembram que a Dilma, infelizmente, acabou ganhando novamente e foi reeleita.

Todos vão lembrar também que a votação acabou gerando algumas suspeitas porque, pela primeira vez na história do Brasil, a contagem não pôde ser acompanhado ao vivo como nos anos anteriores.

Devido a esse fato, inclusive contando com a ajuda do senhor Dias Toffoli, boa parte da população de bem desse país ficou com uma pulga atrás da orelha e as perguntas começaram a surgir em todas as conversas. Afinal de contas, a reeleição da Dilmeta foi fraudada????

Talvez muitas pessoas não irão lembrar, mas faltando poucos votos para o fim da apuração, a alta cúpula do PSDB em SP (Alckmin, FHC e José Serra) já estava se dirigindo para MG a fim de cumprimentar Aécio Neves pela vitória que, naquele momento, se desenhava como certa.

Mas para surpresa deles e de muitos, a votação acabou tendo uma reviravolta surpreendente e Dilmeta acabou ganhando o pleito por pouco mais de 3 milhões de votos.

Soube-se mais tarde que a votação no Acre (?) acabou decidindo as eleições. Olha… sinceramente eu não sabia nem que o Acre existia, muito menos que tinha 3 milhões de eleitores e que, milagrosamente, TODOS votaram em Dilmeta. Coincidência? Continue lendo e você saberá que não…

Muitas matérias em vários meios de comunicação acabaram levantando essa lebre sobre uma possível fraude nas eleições presidenciais.

Uma fonte de pesquisa muito boa está nesse link onde você poderá acompanhar a opinião de um especialista em segurança da informação dissecando esse assunto e colocando ainda mais lenha na fogueira. Leia, você com certeza vai adorar. Depois continue lendo esse artigo…

Uma senadora do RS, seu nome é Ana Amélia, levantou essa questão ainda no ano passado. Mas estranhamente nenhum meio de comunicação deu voz à senadora. Por que?

No seu questionamento Ana Amélia disse textualmente:

“ A transparência e a segurança sobre o funcionamento das urnas eletrônicas devem ser tão importantes quanto a presença de candidatos ficha limpa e a realização de debates éticos, propositivos e respeitosos”

Vejam bem, ela disse isso no plenário. Ou seja, foi uma bomba jogada em cima da idoneidade desse meio de apuração. E, novamente, por que nenhum veiculo da midia mostrou isso em rede nacional?

Pra quem não sabe ou nem se interessou em saber, as urnas brasileiras são fabricadas na Venezuela. Sim, é isso mesmo. Na Venezuela. Uma empresa chamada SmartMatic.

smartmatic venezuela

Oras, qualquer um que saiba um pouco de politica deve saber que a Venezuela faz parte do Foro de SP. E é um país governado por ditadores. E nada na Venezuela presta. E lá não é um modelo de país e muito menos de tecnologia. Por que o Brasil importou urnas logo desse país?

São muitos questionamentos em torno dessa eleição.

Foi, sem dúvida, a eleição mais manchada da história politica do Brasil. Alguém tem dúvidas?

Até o próximo artigo!

Um blog que fala de política, que não tem rabo preso com partido algum e apenas transmite as noticias cotidianas da política nacional e internacional.
Todos os direitos reservados - 2014 - 2019