Imposto é roubo e o Estado é uma quadrilha! | Politicos Do Brazil
Imposto é roubo e o Estado é uma quadrilha!
Por admin
24/09/2015

Acharam o título meio forte? Roubo? Não é pesado demais?

Não, meu caro leitor, não é pesado.

Veja a definição de imposto no wikipédia.

O imposto no Brasil nada mais é do que um roubo.

Primeiro, temos que ter em mente o seguinte: quando algo lhe é imposto, significa que é obrigado. Quando algo é obrigado, não depende da sua vontade fazer ou não, você tem que fazer!

E quando você tem que fazer algo que não quer, se torna uma coerção, ou no português claro, um roubo!

E o governo/estado tem a cara de pau de chamar o povo brasileiro de contribuinte… contribuinte é aquele que contribi de forma voluntária, donativa, e não de forma obrigatória!

A questão é a seguinte: você paga imposto por que quer? Paga pra ter algum retorno? Ou paga por que acha que é o certo a ser feito, afinal, o governo precisa dos impostos para, supostamente, termos infraestrutura no país e etc?

No livro “Pare de acreditar no governo”, do jornalista Bruno Garschagen, temos a seguinte passagem:

“José Bonifácio de Andrada e Silva foi certeiro e ousado ao afirmar que nenhuma nação sobrecarregada de impostos é própria para grandes coisas, sobretudo quando os impostos NÃO SÃO voluntários. Para as nações justas e generosas, os tributos deveriam ser VOLUNTÁRIOS ou DONATIVOS”.

Ou seja, quando uma nação tem muitos impostos, ela cria uma barreira para seu crescimento, pois impostos geram custos para as empresas também, e quanto mais custos, maiores são as chances delas encolherem e com isso as demissões serão a “única” saída possível. Problema, não?

Claro que estamos falando de algo criado pelo Estado e já tem muuuuuuuuitos anos. A finalidade? Como vemos hoje em dia, é apenas sustentar parasitas e ter o cidadão “nas mãos”, nada útil para o cidadão “comum”. Ou você paga, ou você sofrerá as consequências. Justo? Parece que não…

No mesmo livro, temos uma outra passagem interessante:

“Os tributos são importantes para o governo porque estabelecem uma relação de dependência e de servidão, por expropriação (apropriação ilegal) e favorecimento. Esse vinculo também cria e influencia a mentalidade estatista (governo inerte, inativo). Qualquer que seja a sua opinião sobre os impostos, você não pode ignorar o fato de que qualquer governo fará uso politico desse instrumento econômico para beneficio próprio e dos seus”.

Viram? O governo se apropria ilegalmente dos seus ganhos. Ou seja, ele rouba! E com isso cria-se um governo inativo, que não se preocupa com seu povo, se preocupa apenas com si mesmo e com seus asseclas.

O autor generalizou dizendo que todo governo se valerá desse expediente para se beneficiar. Não vamos por essa rota. Em alguns países, por mais que sejam obrigatórios, os impostos se revertem em melhorias EVIDENTES para a nação. Exemplo? EUA.

Já no Brasil e em váriooooos outros países, não é isso que vemos.

impostometro

Valor de impostos arrecadados no Brasil. Horário: 10:30 da manhã

Em especial no Brasil, acho que não é nem preciso discorrer muito sobre isso, pois é algo tão notório vermos que os impostos roubados dos nossos bolsos não revertem em nada para “beneficio” do seu povo. Apenas então somente para beneficio, como já foi dito, para os politicos pérfidos e seus lambe botas.

Esse link é de um artigo muito interessante no site Mises. Vale muito a pena ler.

Abaixo deixo um video do Daniel Fraga, onde ele fala sobre a Receita Federal, que nada mais é do que a agente do roubo dos impostos. Assistam.

Sua opinião nos comentários será muito importante.

Até o próximo artigo!

Obs: Voltaremos com os artigos à partir do dia 02/10, em virtude de uma viagem. Obrigado e até lá!

Um blog que fala de política, que não tem rabo preso com partido algum e apenas transmite as noticias cotidianas da política nacional e internacional.
Todos os direitos reservados - 2014 - 2017