Os ricos também choram. Não é mesmo, Eike Batista? | Politicos Do Brazil
Os ricos também choram. Não é mesmo, Eike Batista?
Por admin
28/01/2017

Alguns anos atrás, passava na então TVS (hoje SBT), uma novela com um título meio curioso para a época: “Os ricos também choram”. A novela contava a história de uma família rica que colecionava alguns percalços durante a trama e queria mostrar com isso que mesmo sendo rico (a), a pessoa também chora e infelizmente muitas vezes chora calada, por dentro, se consumindo aos poucos.

Pois bem… mesmo sendo uma novela e com isso tratar-se de uma mera ficção, se teletransportando para a vida real, isso realmente acontece. Quantas vezes não vemos nos noticiários, famílias ricas tendo problemas de relacionamento, chegando inclusive a cometerem assassinatos (caso Suzane Richtofen) e discussões sem fim. É aquela história: por dentro pão bolorento, por fora bela viola.

Uma notícia que estourou na semana passada vai colocar a prova essa máxima. E quem está no olho do furacão é uma figura controversa da nossa sociedade. Ele que devido a sua “familiariadade” com o PT, conseguiu chegar a ser considerado um dos homens mais ricos do mundo, agora é um cidadão “falido”, que perdeu o controle de várias de suas empresas e corre o risco de ver o sol nascer quadrado.

Estamos falando de Eike Batista. Mas antes de falarmos do imbróglio envolvendo o queridinho de Lula, Dilma, Sérgio Cabral, Luciano Huck e outras figuras, vamos primeiro dissecar um pouco sobre a vida e trajetória do mesmo. Segue abaixo:

“Eike Fuhrken Batista da Silva nasceu em Governador Valadares (MG) em 03/11/1956. É filho de uma alemã com um brasileiro. É um empresário (se considera empreendedor) que fez (por métodos tortos) e perdeu fortuna nas áreas de minério, petróleo, gás, logistica, indústria naval e carvão mineral. Não por coincidência, ele fez fortuna explorando tudo que tem de abundante no Brasil. Já foi um dos homens mais ricos do mundo.” Fonte: WIKIPÉDIA

Eike Batista se tornou conhecido nacionalmente não por sua fortuna (que começou a engrenar mesmo com a “amizade” de Lula/Dilma), mas sim por seu casamento com a atriz/modelo Luma de Oliveira, quando essa por ocasião de um carnaval usou uma “coleira” com o nome do amado. Um gosto meio duvidoso, mas enfim…

Eike não tem curso superior e não herdou fortuna nenhuma. Tudo que ele conquistou foi por “trabalho árduo” segundo ele mesmo, que se gaba de ser um grande empreendedor.

E esse trabalho árduo gerou algumas amizades obscuras da política. Foi quando da nomeação de Lula como presidente, que o sr Eike viu seu “toque de Midas” tomar proporções épicas. Com o PT na presidência e toda gama de obras que fariam do Brasil um novo país (o conto de fadas petista), as empresas de Eike que atuam em vários segmentos foram agraciadas com contratos bilionários, claro que não seriamos levianos de mencionar aqui os “cafezinhos” que alguns políticos levaram nesses contratos, não é mesmo? Afinal, os políticos são honestos…

Continuando…

Eike viu seu sonho de menino do interior de MG se tornar realidade e ele começou a desfilar nos mais altos padrões da nossa sociedade, conhecendo políticos influentes, artistas de televisão, jogadores de futebol, empresários, enfim, aqueles que estão no topo da cadeia alimentar da sociedade civil brasileira do nosso Brasil brasileiro, terra de samba e pandeiro.

Mas com a explosão da Operação Lava Jato e vários politicos influentes sendo indiciados e outros presos, o sonho do menino veio a desmoronar. Suas empresas perderam valor de mercado e sua fortuna foi diminuindo. Sim, acreditem se quiserem, o bilionário se tornou “pobre” (em comparação ao que ele tinha) e chorava compulsivamente.

E como tudo que é ruim pode piorar, com o impeachment de Dilma Rousseff e assim o fim da era petista, o império de Eike ruiu de vez. Suas empresas viraram alvos de piada e os contratos minguaram de vez, na verdade acabaram secando. Não tinha mais contrato. O que tinha agora eram dividas e mais dividas. Ele era nada mais que um especulador e no mundo dos negócios, os especuladores tendem a ver o barco afundar. E o transatlântico de Eike afundou de vez.

E afundou a ponto de Eike, na semana passada, ter um pedido de prisão decretado. Sim… é isso mesmo, o outrora bilionário agora é um foragido da justiça brasileira.

Segundo informações, o sr Eike Batista é alvo de um mandato de prisão preventiva e é investigado pela Operação Lava Jato por suspeitas de crime de corrupção ativa e lavagem de dinheiro. Eike teria repassado 18 milhões de dólares para o ex governador do RJ, Sérgio Cabaral (que está preso), no exterior. O operador dessa maracutaia toda foi o ex presidente do Flamengo, o sr Flávio Godinho. É dinheiro hein…

É preciso salientar que a prisão de Eike já estava decretada à 2 semanas. Ela foi assinada pelo sr Marcelo Bretas, juiz federal do Rio de Janeiro. E é claro que alguém o avisou e assim ele conseguiu picar a mula do país. A pergunta é: quem avisou???

O empresário foi visto viajando para o EUA com passaporte alemão e com isso virou um fugitivo internacional e a INTERPOL está em seu encalço. Agora ficou pequeno pra ele.

Segundo informações, é possível que Eike vá para Alemanha. E por que para a Alemanha? Porque a Alemanha não extradita nacionais. Ou seja, ele poderá viver tranquilamente na terra da cerveja e do salsichão. Quer dizer, tranquilamente é modo de dizer, porque não se sabe se ele poderá desfrutar de todo dinheiro que ainda tem, vivendo em terras germânicas.

Esse imbróglio todo não tem data para se resolver. Os advogados do empresário disseram que ele se entregaria, mas o mesmo disse que não quer ficar numa cela qualquer, já que não tem curso superior e isso o levaria a ficar com presos comuns.

A saída vista por Eike e seus advogados é a famosa delação premiada. Mas será que ele terá coragem de entregar mesmo todos do esquema ou vai ficar chorando pelos cantos, como o ex governador do RJ Sérgio Cabral???

Segundo informações desse site, Eike Batista também estuda uma delação que vai incluir ex presidentes Lula e Dilma. Essa delação vai estraçalhar os dois e afundar de vez o PT!

O ápice e queda de Eike Batista mostra algo que passa batido para a maioria dos mortais. Ter amizades ajuda à abrir portas, mas dependendo dessas amizades, as portas abertas serão as do presídio…

Em breve, um próximo artigo. Até lá!

Um blog que fala de política, que não tem rabo preso com partido algum e apenas transmite as noticias cotidianas da política nacional e internacional.
Todos os direitos reservados - 2014 - 2019