Rodrigo Maia: a criança birrenta da politica nacional | Politicos Do Brazil
Rodrigo Maia: a criança birrenta da politica nacional
Por admin
24/03/2019

Se tem uma coisa que muitas pessoas não aguentam no cotidiano é se deparar com crianças birrentas. Aquelas crianças que fazem escândalo porque os pais não dão o que eles (as) querem e deixam os pais ruborizados de tanta vergonha.

Claro que isso piorou com essa geração. Tudo é motivo pra bater o pé. Não aguentam ouvir um “não” e fazem de tudo para mostrar que “mandam” no barraco.

Isso posto, na classe política também temos alguns bebes chorões ou birrentos. Aqueles (as) que são cheios de mimimi e não aguentam ser contrariados. Quando isso acontece, atiram pra todo lado sem se importar com o alvo.

Atualmente temos um deputado que é a personificação dessas crianças.

O nome desse politico é Rodrigo Maia. Filho do também politico Cesar Maia, que arregaçou o RJ durante seu governo, esse filho mimado não gosta de tomar bronca. Pelo seu fisico “avantajado” recebeu o apelido de Nhonho nas redes sociais.

Rodrigo Maia, ou Nhonho, é politico desde 1999. Nascido no Chile em 1970, vem acompanhando a vida politica do pai desde que aprendeu a andar e por isso sabe muito bem como funciona a politica nacional. É deputado federal desde 1999 e presidente da Camara dos Deputados desde julho de 2016.

Sempre andando de mãos dadas com as piores figuras de nossa politica, é persona non grata na direita brasileira, sendo sempre alvo de criticas ferozes pela sua forma cretina de fazer politica. É um representante legitimo do toma lá – dá cá, prática que aprendeu com seu pai.

Acostumado a fazer essa politica porca, ele achando que seria sempre assim, fez a infeliz escolha de criticar Moro e, vejam só, até o presidente Jair Bolsonaro.

Usando de toda sua petulância, o Nhonho está fazendo jogo duro para levar para a Camara a votação do pacote anti-crime de Moro e a Reforma da Previdência de Jair Bolsonaro, nosso presidente.

Um dos motivos da irritação do deputado é que seu sogro Moreira Franco foi preso no mesmo dia que Michel Temer. Parece que na cabeça abilolada do cidadão, o ministro Moro tem algo a ver com isso. Se ele tivesse lido meu penúltimo artigo, não ficaria dando ataque de pelanca.

Mesmo com o presidente Bolsonaro dizendo que não tem problema algum com Maia, ele não cansa de vir a público e continuar fomentando a maneira birrenta dele fazer politica. É um cidadão sem um pingo de inteligência. Bater de frente com Moro e principalmente com o presidente é uma tarefa inglória. Afinal, os tempos de toma lá – da cá que ele conhece desde os tempos de seu pai acabaram. Agora é o negócio é sério.

Sem mencionar que as duas pautas, pacote anti crime e Reforma da Previdência, são de suma importância para o Brasil. Ambas tem que sair do papel e virar realidade. Atrasar essa votação não fará bem algum ao país. Nenhum. Zero.

Será que o Nhonho, ops, Rodrigo Maia, quer ter o mesmo fim do Eduardo Cunha???

 

Em breve, um próximo artigo. Até lá!

Um blog que fala de política, que não tem rabo preso com partido algum e apenas transmite as noticias cotidianas da política nacional e internacional.
Todos os direitos reservados - 2014 - 2019