Zeca Dirceu é a tchutchuca do Congresso Nacional? | Politicos Do Brazil
Zeca Dirceu é a tchutchuca do Congresso Nacional?
Por admin
05/04/2019

“Tchuchuca, vem aqui pro seu Tigrão, vou te jogar na cama e te da muita pressão!”

Essa é uma parte da música do álbum “Bonde do Tigrão”, da banda homônima, que fez muito sucesso no ano de 2001 no Brasil e boa parte do mundo.

A música tocava todo dia, em todos os programas da semana ou dos finais de semana. Desde Gugu até Faustão, não tinha um programa onde a banda não se apresentasse e, via de regra, tocava sempre essa música.

O tempo passou. A banda sumiu. A música ficou um pouco esquecida nas rádios, mas ainda toca em vários bailes de debutantes pelo Brasil afora pelos DJs contratados para animar as festas.

O termo “tchutchuca”, segundo o dicionário, é usado para elogiar uma menina bonita ou gata, uma forma de dizer que a moça é atraente. Mas ele foi usado de forma pejorativa. Continue lendo…

Tá, mas então por que eu coloquei o nome do Zeca Dirceu, filho do réu e um dos grandes culpados pela zona que o Brasil virou nos últimos anos, um tal de José Dirceu? Ou seja, não é uma pessoa que goza de muito prestigio. Aquela máxima de que a fruta podre não cai longe da árvore cabe certinho nesse caso.

Zeca Dirceu infelizmente foi reeleito para ser deputado federal, mais um pulha que vai viver as custas do dinheiro público, com o rabo pra cima, tirando foto na academia com suas amigas, ops, amigos e fazendo aquele Cross fit maroto, pra ficar bombadinho. Uma loucura!

Como deputado federal, ele estava na audiência publica da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) para discutir a Reforma da Previdência. Na mesma audiência estava presente o ministro Paulo Guedes. Tudo transcorria bem, com Paulo Guedes explicando com extrema paciência para os presente sobre a Reforma, seus pontos, enfim, tudo que é de interesse público.

Mas onde tem petista, tem confusão. Essa é uma máxima que existe desde a fundação da ORCRIM petista. Lá pelas tantas, quando foi dado o microfone para Zeca (a tchutchuca) falar, eis que ele me solta a seguinte frase, carregada de ódio e total falta de respeito com uma pessoa que, além de ser ministro de Estado, tem idade para ser seu pai. Aliás, se fosse ele não seria tão mal educado. Eis a frase. Tentem não vomitar!

“O senhor é Tigrão com os aposentados, com os idosos e portadores de necessidades. O senhor é Tigrão com os agricultores e professores. Mas é tchutchuca quando mexe com a turma mais privilegiada desse país.”

Conseguiram não vomitar? Muito bem.

Além da grosseria com um senhor de idade, como já foi dito, ele mostrou que é um jegue e tem uma memória muito fraca. Ou seletiva.

Mas estou aqui para lembra-lo. Caso tenha esquecido, o governo petista (do qual ele e seu pai fizeram parte) foi o período onde os bancos (era deles que ele se referia ao mencionar turma privilegiada) mais lucraram. Só no governo do senhor Luiz Inácio, os bancos tiveram um lucro recorde de 199 bilhões de reais! Nunca, em tempo algum, eles lucraram tanto. Mas para o Batman Dirceu, isso deve ter evaporado de sua memória, ou ele “esqueceu” por puro prazer.

A cena que se viu na Camara dos Deputados foi bizarra. Mas Paulo Guedes não deixou barato. O ministro disse a Tchutchuca Dirceu que “tchutchuca” era a mãe e a avó dele. Até que foi educado. Eu queria ver o Dirceu Bombadinho falar isso pro Alexandre Frota. Hum….

Resultado dessa patifaria. A sessão foi encerrada. Os deputados da base governista, entre eles os representantes do PSL, não tiveram tempo de falar. Uma zona completa. Algo que foge de tudo que se espera de uma Casa que deveria representar as vontades do povo e não a vontade de cada um. O sujeito abre a latrina, solta a porcaria, cria maior confusão e ainda sai falando que grosseiro é quem votou no presidente Bolsonaro. Quem pode com uma palhaçada dessas?

O mínimo que deveria acontecer é Zeca “tchutchuca” Dirceu perder o mandato por quebra de decoro parlamentar. Uma coisa é deputado ter foro privilegiado. Outra coisa é ele transformar a Casa num circo e sair fazendo suas macaquices a Bel prazer, não é mesmo?

Antes de terminar esse artigo, quero dar um recado ao Zequinha Batman Tchutchuca Dirceu: não adianta querer bloquear o acesso ao blog por causa desse artigo. Se você acha que pode sair falando o que quiser dentro da Camara dos Deputados, eu (dono do blog) posso escrever o que eu quiser também. O nome disso é liberdade de expressão.

Dito isso, fica a seguinte questão: Zeca Dirceu, você é a tchutchuca do Congresso Nacional?

Em breve, um próximo artigo. Até lá!

Um blog que fala de política, que não tem rabo preso com partido algum e apenas transmite as noticias cotidianas da política nacional e internacional.
Todos os direitos reservados - 2014 - 2019