Nunca foi pela educação! | Politicos Do Brazil
Nunca foi pela educação!
Por admin
31/05/2019

O dia 30 de maio entrou para a história.

Mas como assim? O que aconteceu de tão extraordinário nesse dia, que causou tanto espanto assim no Brasil e quiçá até na América Latina???

Calma, meus pequenos curumins, estou aqui para elucidar essa dúvida cruel.

É muito simples. Esse dia entrou para a história como mais um dia em que a esquerda brasileira passou uma vergonha épica. E a vergonha foi passada no crédito e débito. Em rede nacional.

Depois do sucesso das manifestações de apoio ao presidente Bolsonaro e algumas pautas, tais como reforma da previdência, eis que os vermelhos se orquestraram para uma manifestação nacional. O mote? Segundo se noticiou, era o “corte” nas verbas da educação. Só lembrando: não teve corte algum, foi um contingenciamento. Quem fez cortes severos na educação foram Luiz Inácio e Dilma!

Partindo dessa premissa, marcaram os tais atos para um dia de semana. Perai, mas é um dia útil de estudo e trabalho. E aí, como faz? Simples, toque o terror nos alunos e obrigue-os a ir às manifestações, sob pena de ter problemas com notas num futuro próximo. Quanto aos “trabalhadores”… bem, deixa pra lá…

Sejamos sinceros, quando a esquerda fez manifestação num domingo, que é o dia correto para isso, pois dia de semana as cidades estão produtivas? Nunca. Never. Jamais. E nunca farão. Simplesmente porque são militantes. Militantes vivem com misérias do partido. Nada além disso.

Opa, quase ia esquecendo… não é que a tal Gleisi Hoffmann apareceu? Chegou, subiu no caminhão, criticou o presidente (vídeo) e não deu um pio sobre a educação, desceu do caminhão, entrou no carro comprado com nosso dinheiro e foi embora. Que lindo. Essa mulher é uma vergonha para o povo honesto do meu querido Paraná.

Mas afinal, qual o motivo dessas manifestações? Os motivos de sempre: pedir a liberdade do presidiário de Curitiba. Eles não mudam o disco. Chega a irritar. Parecem robôs. Não sai nada da mente desses dementes que não seja “Lula Livre”. Gente que não sabe perder. Como diz o indefectível Ciro Gomes “o Lula tá preso, babaca”!

E esqueçam também aquela história de que eles são tolerantes. Nada disso. São truculentos e violentos. Não suportam serem confrontados. Chegam ao cumulo de QUEIMAR (vídeo) um boneco, que simbolizava o presidente Bolsonaro. Meu DEUS!

É galera, meus pêsames a esquerda nacional. É o fim. Acabou. Ninguém respeita mais esse pessoal capitaneado pelo presidiário. Seus asseclas, tais como Gleisi (já citada), passam vergonha todo santo dia. Povo fraquinho.

Eu até queria escrever mais alguma coisa aqui, mas não tenho por que disso. Apenas terminar, dizendo que todas as tentativas de denegrir a imagem do presidente se foram. Não tem mais para onde fugir. Tem que aceitar a vitória do presidente e torcer para o Brasil dar certo. Ganha todo mundo, até quem faz de tudo para o povo perder.

Obs: por acaso MST, MTST, CUT, PSOL, PT, UJS, CTB e outros são nomes de escolas? Eu não sabia…

Em breve, um próximo artigo. Até lá!

Um blog que fala de política, que não tem rabo preso com partido algum e apenas transmite as noticias cotidianas da política nacional e internacional.
Todos os direitos reservados - 2014 - 2019