O destino de uma nação | Politicos Do Brazil
O destino de uma nação
Por admin
06/07/2019

Patriotas de todo Brasil, esse é um chamado direcionado a todos vocês!

Nossa nação está passando por um período turbulento. Mentiras, falácias, factoides de toda sorte e sacrilégio pipocam aos borbotões, todos os dias, inebriando a nossa mente e nossos corações, com toda desesperança e nuvens negras insistem em cobrir o país que tanto amamos.

Claro que todos vocês devem saber quem são os responsáveis, na verdade irresponsáveis, por essa hecatombe que vem tirando nosso sono e nossa paz.

É a esquerda maldita. Sempre ela. Sempre essa peste peçonhenta que desde os primórdios da civilização faz tudo, desde mentiras até mortes, para destruir a serenidade de um país e até de uma região inteira do globo terrestre.

Naqueles idos de 1917, quando a Revolução Russa começou, capitaneada pelo demônio Lenin, tendo ao seu lado o não menos demoníaco Trotsky, juntando-se a eles o demônio mor Stalin, o mundo nunca mais foi o mesmo. A dita Revolução do Proletariado, fantasia que traria benesses ao povo e desgraça aos poderosos, se mostrou o contrário, com o passar das décadas. A fome, miséria e mortes atingiram mesmo quem não podia lutar contra os poderosos, que no final se mostraram Stalin e sua turba, já que Lenin tinha sucumbido à vida e Trotsky fora assassinado a mando do demônio vermelho.

Passadas algumas décadas,  mais precisamente de 1984 para cá, eis que nosso Brasil vem sendo amaldiçoado com a peste vermelha. O famigerado movimento Diretas Já e a criação do PT potencializaram o perigo iminente. Não esqueço de maneira alguma do PCdoB, um embrião desgraçado do comunismo soviético, chegando a Cuba, já tomada pelo assassino Fidel Castro e seu fiel escudeiro Che Guevara.

Desde que fomos tomados pela esquerda medonha, nossa vida vem caindo em desgraça. Mas a bomba explodiu mesmo com a eleição do senhor Luiz Inácio. Desde então, não temos mais sossego. Vivemos sob forte esquema mentiroso, pecaminoso e por que não dizer desastroso? O que se vê nada mais é do que o prolongamento de um sofrimento que parece não ter fim. Ou pelo menos parecia…

A vitória de Jair Bolsonaro deu um ar de liberdade para os brasileiros. Toda aquela cafajestagem de outrora parecia, ou ainda parece, estar com os dias contados. Novos tempos.

Ainda não se tem plena certeza. Não pela capacidade do presidente. Nada disso. Ele se mostra capaz e com vontade de espantar os fantasmas vermelhos. E a população que nele confiou esperança, está disposta a lutar junta. A luta é árdua, mas o sabor da vitória é delicioso. Ouvi um amém?

Talvez, e essa seria nossa única “falha” seja não lutar com as mesmas armas da esquerda. Pode ser isso? Quem sabe… Mas ai também poderia nos nivelar à baixeza monstruosa do grupo vermelho. E isso, cá entre nós, não faz bem. Muito pelo contrário.

Mas eu tenho plena convicção que, assim como Winston Churchill liderou o império Britânico contra a tirania nazista, o grande líder Bolsonaro saberá fazer o mesmo e vai liderar a nação contra a tirania vermelha, capitaneada pelo PT e seus satélites, tais como PCdoB, PCB, PSB, Rede, PV, PSOL, PSDB, PSD e outros menores, mas de relevância maquiavélica.

Tenham em mente que serão dias inglórios. Muito, muito difíceis mesmo. Mas não podemos em momento algum fraquejar. Acordos estão fora de questão. Não se faz acordo com quem pode lhe apunhalar pelas costas. Isso é um orgulho americano e o Brasil precisa adotar o mesmo método. O presidente Bolsonaro reza essa cartilha. Ainda bem.

Muitos dizem, alo MBL, que ele não sabe negociar. Oras, moleques atrevidos, não se negocia com bandidos. Não se negocia com terroristas. Não se negocia com fascistas. Não se negocia com nazistas e principalmente não se negocia com comunistas/socialistas! Nunca! Jamais!

O destino de nossa nação está em boas mãos. Bolsonaro é o Winston Churchill brasileiro. Ele saberá, com toda sapiência, liderar-nos a vitória! O comunismo lulo-petista não triunfará. Nem que para isso tenhamos que dizimá-los! O Brasil nunca mais terá o sangue de sua gente derramado pela incompetência vermelha. O verde amarelo azul e branco é o nosso horizonte.

Em breve, um próximo artigo. Até lá!

Um blog que fala de política, que não tem rabo preso com partido algum e apenas transmite as noticias cotidianas da política nacional e internacional.
Todos os direitos reservados - 2014 - 2019