Crônica: se for bom, a gente mostra. Se for ruim, a gente esconde | Politicos Do Brazil
Crônica: se for bom, a gente mostra. Se for ruim, a gente esconde
Por admin
19/07/2019

Esses dias eu me peguei pensando num assunto que muita gente, por desconhecimento ou simples falta de curiosidade, não se preocupa em raciocinar sobre isso.

Quantas vezes, vocês caros (as) leitores (as), já perceberam que no governo anterior, que estuprou nosso país, tudo era maravilhoso? Parecia que vivíamos numa Dinamarca da vida, onde tudo funcionava, as pessoas eram felizes, não havia desemprego, todo mundo tinha direito ao essencial, tal como saúde, educação e segurança. Em suma, vivíamos no Olimpo.

Aliás, eu fiz um artigo que falava mezzo a mezzo sobre isso, que pode ser acessado nesse link, mas nesse artigo em voga, eu vou aprofundar ainda mais o assunto.

Segundo os zumbis que idolatram Luiz Inácio e sua turba, os anos entre 2003 e 2016 (ano em que Dilma sofreu impeachment), foram os anos dourados no Brasil. Inventaram de tudo: que tinha emprego para todo mundo, que éramos a 6ª economia do mundo, que tínhamos índices assombrosos na educação, que tínhamos dinheiro sobrando para tudo e para todos (as), como eu mencionei acima, éramos o Olimpo na Terra. O lugar que todo mundo queria morar.

Mas só que…não era bem assim…

Quem já leu algum livro sobre o comunismo no mundo, deve ter ciência que essa ideologia tem um modus operandi muito peculiar.

Vou dar o exemplo de Cuba nesse artigo. Mas vocês podem procurar na internet outros casos, como Russia, Venezuela, Bolivia, Equador, etc…

Os militantes esquerdistas dizem que Cuba é um exemplo de sucesso socialista/comunista. Dizem que lá a educação é de 1º mundo, chegando ao cumulo de comparar com o EUA ou Europa. Dizem que lá os cubanos vivem às mil maravilhas, todos tem acesso desde ao mais básico ao melhor da medicina. Lá, segundo eles, a população idolatrava Fidel Castro e hoje idolatra o atual presidente. Cuba é, para essa gente, tudo que deveria ser feito no Brasil. Não tem níveis alarmantes de mortalidade infantil, não tem crianças fora da escola, não tem filas em hospitais, não tem problemas nos serviços públicos e por aí vai.

Só que eu tenho uma péssima notícia para essa gente. Tudo isso é mentira!

Cuba, como toda economia socialista e modo de governo comunista, tem um defeito (vários, na verdade) gravíssimo. Eles escondem a realidade sobre o país e escondem números que, para a comunidade mundial, serviriam de exemplo para vários países do mundo. E isso, pequenos apedeutas, não é um delírio meu. Isso pode ser comprovado em filmes e livros que existem aos milhares.

Se Cuba, comunista, é tão bom, por que milhares de cubanos arriscam suas vidas em botes perigosos, rumo ao EUA? Algum militante da esquerda pode responder?

A história já se encarregou de desmascarar essas falácias. Mas por que diabos então ainda existem ignorantes que acreditam? Simples, a narrativa precisa ficar sempre viva. Se não for assim, o socialismo morre. Se o socialismo morrer, essa gente fará o que na miserável vida que levam? Serão renegados ao que sempre foram: vermes rastejantes.

A frase que ilustra o título da matéria é perfeita para descrever tais situações. E a esquerda brasileira seguiu sempre ao pé da letra. Para os países da America Latina, o presidiário de Curitiba é o homem que tirou o Brasil da fome e da pobreza. Piada de péssimo gosto. Muito pelo contrário, por causa do roubo escancarado que ele e sua turba fizeram, fomos renegados a uma condição deplorável. E o presidente Bolsonaro, não se iludam, não conseguirá resolver essa porcaria em apenas 4 anos. Quem votou nele, precisa ter essa consciência.

Uma coisa mudou: a imagem que o Brasil mostra hoje é a verdadeira. Hoje o mundo sabe quem é o Brasil. Estamos, por intermédio do presidente e sua equipe, tentando devolver o Brasil aos brasileiros. O mundo não vai mais ver saindo mentiras daqui. E o país que quiser ajudar-nos será muito bem-vindo. Obrigado presidente. Obrigado brasileiros (as)!

Vamos sempre seguir em frente, sem usar de subterfúgios esquerdistas. A verdade vencerá o medo! Nada de jogar sujeira por baixo do tapete. O que for bom, vamos mostrar. O que for ruim, também vamos mostrar e tentar consertar. Quem vem comigo?

Em breve, um próximo artigo. Até lá!

Um blog que fala de política, que não tem rabo preso com partido algum e apenas transmite as noticias cotidianas da política nacional e internacional.
Todos os direitos reservados - 2014 - 2019