Os furacões do Brasil | Politicos Do Brazil
Os furacões do Brasil
Por admin
05/09/2019

Todos sabemos que os furacões são fenômenos naturais que podem devastar um lugar de maneira bruta, chegando algumas vezes a destruir de maneira irreversível, se o mesmo ocorrer em países extremamente pobres, sem infraestrutura alguma.

O EUA é um país que sempre é vítima desses fenômenos, que acabam deixando um rastro de terror por onde passam, como estamos acompanhando agora com o Dorian (se tirar o N, fica o nome de um certo político pilantra que enganou muita gente).

No Brasil, felizmente, não somos vítimas de furacões. Pelo menos não os naturais. Mas somos vítimas de algo pior. Somos vítimas de uma canalhada que se instalou na política com o único objetivo de destruir a vida das pessoas.

Acompanhem esse texto que recebi, comparando os furacões com os políticos brasileiros. Vocês irão concordar comigo que os políticos tupiniquins são muito mais prejudiciais as pessoas.

(Carta aos americanos, comparando os furacões de lá com os 7 furacões que abalaram o Brasil)

Um lugar qualquer do Brasil, 04/09/2019

Prezados irmãos americanos,

Sabemos que vocês estão bastante aflitos com a passagem do furacão “Dorian”, que, até agora, já matou 5 pessoas nas Bahamas (e causou uma grande destruição por onde passou).

Mas, se é que isso serve de consolo, vamos fazer uma comparação entre os furacões de vocês e os nossos:

Quantidade:

Vocês tiveram vários furacões. Nós tivemos apenas 7, porém terríveis: Sarney, Collor, Itamar, FHC, Lula, Dilma, e Temer.

Temos ainda alguns tornados (Alcolumbre, Maia, e alguns que ventam lá no STF), mas esses nós esperamos dissipar com um pouco mais de tempo.

Alcance:

Os furacões de vocês atingiram uma pequena parte do país. Os nossos atingiram o país inteiro.

Duração:

Cada furacão de vocês durou apenas alguns dias. Os nossos 7 furacões duraram pouco mais de 30 anos.

Evacuação e prevenção:

Antes da passagem dos seus furacões, muitos de vocês tiveram como fugir. Isso porque vocês tinham conhecimento da direção de cada um deles.

Já aqui, antes da passagem dos nossos, poucos puderam agir a tempo de evitar o pior (porque eles iam em todas as direções). Tudo era imprevisível por aqui.

Intensidade:

Os furacões de vocês só foram até categoria 5 e causaram mortes sim, mas cada um deixou dezenas, centenas, ou pouco mais de 1.000 mortos (dependendo da categoria).

Já aqui foi muito pior, porque 5 dos nossos foram categoria 7. Porém, o Lula e o Dilma foram os mais terríveis de todos (chegaram categoria 10, ultrapassaram todos os limites da escala Richter)! Os nossos furacões, juntos, deixaram milhões de mortos nas portas do SUS!

Danos:

Aquilo que os seus furacões destruíram totalmente pôde ser reconstruído em pouco tempo. Vocês calcularam os prejuízos, e eles chegaram, no máximo, a 9 dígitos.

Já a destruição causada pelos nossos furacões aqui foi tão grande, que calculamos um prejuízo que ultrapassa a casa de 13 dígitos (seria coincidência tal número?), e, até agora, nada pôde ser reparado ainda. Imaginamos que vai levar pelo menos uns 30 anos (ou talvez mais) para conseguirmos reconstruir o que eles deixaram no chão!

Com base nessa nossa experiência, falem com a gente se for preciso. De resistir, sobreviver a essas catástrofes, e seguir em frente nós entendemos.

E antes que algum imbecil venha falar do “furacão Jair”, não comprem essa ideia. Na verdade, esse é a muralha que nós tivemos que construir na marra para barrar outros possíveis furacões que poderiam vir e acabar de vez com o nosso país!

Ass: um cidadão desconhecido, que ainda acredita que existem pessoas boas neste nosso país

Em breve, um próximo artigo. Até lá!

Um blog que fala de política, que não tem rabo preso com partido algum e apenas transmite as noticias cotidianas da política nacional e internacional.
Todos os direitos reservados - 2014 - 2019