Sou contra a liberação das drogas! | Politicos Do Brazil
Sou contra a liberação das drogas!
Por admin
26/09/2019

O artigo a seguir é de autoria de Pedro Junior (@prsj2009). Se você também quiser um texto seu publicado aqui, clique na aba (Colaboradores) e saiba como proceder.

O texto é de autoria do Pedro, mas expressa fielmente meu pensamento em relação a liberação das drogas, uma das bandeiras da esquerda peçonhenta brasileira.

Acompanhem…

A esquerda sempre foi (e ainda é) a favor da liberação das drogas. Alega que é um problema que afeta somente o usuário (e que não prejudica a sociedade).

Os argumentos mais apresentados para liberar as drogas são estes:

1 – Se liberar as drogas, vai diminuir o crime

2 – Legalizando as drogas, quem compra ou vende vai ter que pagar um imposto ao governo (e isso vai quebrar os traficantes)

3 – Droga é um problema de saúde (e não de segurança pública)

4 – A repressão às drogas não diminui o tráfico (nem diminui a violência)

Vou derrubar todos estes argumentos, um por um:

1 – Se liberar as drogas, vai diminuir o crime;

MENTIRA! No Uruguai (país que liberou as drogas), o crime não diminuiu. Muito pelo contrário: aumentou bastante, a ponto de já haver até toque de recolher imposto pelos traficantes em algumas cidades!

A partir das 18:00, ninguém mais pode andar nas ruas! O comércio de lá é obrigado a fechar as portas neste mesmo horário. E ai de quem não obedecer!

Isso sem contar os muitos assassinatos que já ocorreram (e outros que estão ocorrendo quase que diariamente em números assustadores)!

2 – Legalizando as drogas, quem compra ou vende vai ter que pagar um imposto ao governo (e isso vai quebrar os traficantes);

MENTIRA! Sabendo que o governo sempre vai cobrar imposto sobre a compra e a venda de drogas, isso pode reduzir a margem de lucro do tráfico!

Diante disso, qual traficante vai ser burro de querer perder dinheiro (e ainda ser obrigado a pagar imposto ao governo)?

3 – Droga é um problema de saúde (e não de segurança pública);

MENTIRA! Se a questão das drogas for vista somente desta forma (como um problema de saúde pública), o SUS (que já é deficiente) vai quebrar de vez!

Se o SUS, nas atuais condições, não está conseguindo nem atender o povo em geral (e nem tampouco as pessoas mais carentes que precisam de assistência médica nos hospitais públicos), que dirá cuidar de todos os viciados que precisarem de tratamento!

E quanto aos que dizem que droga não é um problema de segurança pública, será que a violência e as muitas mortes relacionadas às drogas não fazem parte deste mesmo problema?

4 – A repressão às drogas não diminui o tráfico (nem diminui a violência).

MENTIRA! Se, mesmo com a repressão, ainda assim há muita violência nas áreas dominadas pelo tráfico (como em algumas favelas e morros do Rio de Janeiro, de São Paulo, e de outras cidades), imagine se a polícia não reprimisse: seria o caos!

Se a polícia não reprimisse as drogas (e nem a violência decorrente do tráfico de drogas), teríamos hoje um Narco-Estado (um Estado controlado pelo narcotráfico) protegido por facções criminosas ou grupos terroristas fortemente armados (como as FARCs)!

A liberação das drogas é apenas um dos muitos itens do programa esquerdista. O problema é que querem punir somente o traficante, mas, ao mesmo tempo, querem descriminalizar o usuário (como se este último não alimentasse o ciclo do tráfico).

Se quisermos combater efetivamente as drogas, não basta punir apenas o traficante: tem que punir o usuário também. A lógica é muito simples: se existe quem vende a droga (o traficante), é porque também existe quem compra essa mesma droga (o usuário). Ou alguém vai dizer que não?

E outra: se liberarem as drogas, quem garante que os usuários não irão se tornar viciados? Quem garante que esses mesmos viciados não entrarão no mundo do crime para sustentar o vício? E, principalmente, quem garante que eles não serão, mais tarde, futuros novos traficantes?

Como a liberação das drogas é vista:

ESQUERDA – É a favor, já que somente o próprio usuário é o único prejudicado;

DIREITA – É contra, pois toda a sociedade sofre as conseqüências (e o usuário, quase sempre, entra no mundo do crime para manter o vício).

Já vi escrito assim num panfleto (em letras garrafais):

QUEM ENTRA NO MUNDO DAS DROGAS SÓ VAI TERMINAR A VIDA COM 2 LETRAS “C”:

CADEIA ou CAIXÃO

Precisa dizer mais?

Em breve, um próximo artigo. Até lá!

Um blog que fala de política, que não tem rabo preso com partido algum e apenas transmite as noticias cotidianas da política nacional e internacional.
Todos os direitos reservados - 2014 - 2019