A prisão da senadora Gleisi Hoffmann é questão de dias | Politicos Do Brazil
A prisão da senadora Gleisi Hoffmann é questão de dias
Por admin
16/10/2016

Essas semanas que faltam para o fim de outubro  podem marcar a prisão e consequentemente o fim politico de uma das maiores apoiadoras do ex governo Dilma e do PT.

Estamos falando de ninguém mais, ninguém menos do que Gleisi Hoffmann, a senadora pelo Paraná que invariavelmente é flagrada em cenas constrangedoras por sua mania megalomaníaca de tentar defender de qualquer maneira, e a qualquer custo, os mandos e desmandos do ex governo petista.

A operação Lava Jato está chegando em todos os níveis do lulopetismo. Alguns caciques ainda permanecem presos, como José Dirceu, e outros estão em vias de ver o sol nascer quadrado.

Alguns dias atrás todos acompanharam pelo noticiário a prisão (sim, ele foi preso) do ex ministro da fazenda, o sr Guido Mantega. Sua prisão durou pouco pois ele foi liberado para acompanhar o estado de saúde da mulher.

Aqui vale uma explicação: o ex ministro disse que sua mulher estaria fazendo quimioterapia para tratamento de um câncer e que ele foi interpelado dentro do hospital. Nem uma coisa, nem outra… ela estava fazendo uma endoscopia, situação que foi revelada por Marina Mantega, filha de Guido. E ele não foi interpelado no hospital e sim fora dele. Ou seja, a narrativa petista para tentar crucificar Sergio Moro e sua equipe foi por água abaixo. Mais uma vez…

Voltando ao assunto do artigo…

A ex senadora é suspeita de receber 2 milhões em propina. Convenhamos que é um valor monumental, mesmo para os padrões petistas. Mas como dito, é apenas uma suspeita, nada de verídico foi consumado, por enquanto…

Uma noticia que saiu no site Folha Politica, do dia 04/10/16, dá uma invertida gigantesca na vida da senadora. Segundo o site, o chefe do “setor de propinas (?)” da construtora Odebrecht, o senhor Fernando Migliaccio, disse aos procuradores do Ministério Público que, a pedido de Marcelo Odebrecht, repassou dinheiro ilícito (propina) ao marqueteiro de Gleisi Hoffmann.

Uma história absurda que mostra o poder que o PT tinha (ou tem) para negociar propinas com empreiteiras em troca de favores de licitação em obras pelo mundo afora. Um esquema monstruoso de desvio de dinheiro público.

propina-gleisi

Não obstante esse fato, o mesmo site Folha Politica noticiou no dia de hoje (16/10/16) que um dos executivos da Odebrecht negocia delação premiada, onde ele vai contar (espera-se, pelo menos) como se deu a ajuda da empreiteira para pagar dividas de campanha da senadora em 2014, após o encerramento de prestação de contas ao TSE, ou seja, dentro da ilegalidade.

O nosso leitor talvez tenha esquecido, mas a senadora é mulher do ex ministro do governo Lula, o senhor Paulo Bernardo. Ele é suspeito de desviar dinheiro que na prática seria dos aposentados, dinheiro usado em empréstimos consignados, a modalidade de empréstimo “preferida” dos “velhinhos”. O mais nojento disso tudo é que até videogame para o filho do casal foi comprado com parte desse dinheiro. Incrível como as pessoas fazem certas coisas e não se importam com as consequências para terceiros. Lastimável…

O marido da senadora já sentiu o gostinho da prisão. Ficou pouco tempo preso, é verdade, mas já sentiu como é ser um criminoso. Agora, pelo andar da carruagem, a próxima “personalidade” do PT a ir pro xilindró é a senadora. Pelo menos todas as evidências levam a crer que isso acontecerá em breve.

Opa, já íamos nos esquecendo… a senadora JÁ é ré em denúncia feita pelo STF. Sim, o STF, aquele órgão que tem 99% de seus magistrados formados por ministros indicados pelo PT. Pois é… irônico, não?

A Lava Jato está fazendo um trabalho louvável. Esperamos que isso continue e QUALQUER político, de QUALQUER partido, que seja pego com a “boca no trombone”, pague pelos seus erros.

Em breve, um próximo artigo. Até lá!

Um blog que fala de política, que não tem rabo preso com partido algum e apenas transmite as noticias cotidianas da política nacional e internacional.
Todos os direitos reservados - 2014 - 2020