Conservadores do Brasil estão em perigo? | Politicos Do Brazil
Conservadores do Brasil estão em perigo?
Por admin
14/07/2020

A politização politica no Brasil escancarou um fenômeno curioso, que estava adormecido há muito tempo.

Hoje em dia podemos “dividir” as ideologias politicas em progressistas e conservadores, ou vice-versa. Claro, levando em conta que um pertence à esquerda, seja ela “moderada” ou não, e outro pertence à direita, não levando em conta a simbologia centro-direita, que em minha opinião é conversa fiada, nada, além disso.

Pra não fazer confusão em sua cabeça, simplifico dizendo que progressistas são aqueles que apoiam TODOS os partidos de esquerda e conservadores estão ao lado do presidente Bolsonaro e seus aliados. Ficou claro? Então continuemos o artigo…

E sim, realmente os conservadores do Brasil estão em perigo. O PL da Fake News (que tem dedo do Luciano Ayan), que está em vias de ser levada a sanção ou não do presidente, é uma afronta à liberdade de expressão. Primeiro porque o termo “fake News” não tem uma justificativa ainda plausível, pois o termo é contraditório e NINGUÉM tem autoridade pra dizer que algo é ou não fake News.

Partindo desse pressuposto, que autoridade tem um ministro do STF, que não tem prerrogativa de investigar e prender ninguém, de simplesmente dizer que alguém está fazendo fake News e, um absurdo, chegar a dizer que alguém está atentando contra a segurança pública? Pra quem não sabe, me refiro ao caso da ativista Sara Winter. Mas não só ela, pois cito também a arbitrariedade contra Bernardo Kuster, Allan dos Santos, Daniel Oliveira e mais recentemente, o jornalista Osvaldo Eustáquio.

Mas não apenas o STF está pisando na Constituição de 1988. Alguns deputados, inclusive do PSL, estão usando de toda sua “autoridade” para fazer um verdadeiro caça as bruxas. O caso da professora Paula Marisa escancara isso. Ela está sendo AMEAÇADA DE PRISÃO pelo deputado federal Nereu Crispim. Um detalhe chama atenção nesse caso: o deputado é da mesma cidade da jornalista. E mais grave ainda, está fazendo acusações sem PROVAS contra ela. É tão absurdo isso que se contar em algum país evoluído, vão dizer que estamos vivendo em uma ditadura cubana, coreana, russa ou venezuelana.

Como bem disse a professora Paula Marisa, o nosso grande delito é apoiar o presidente Bolsonaro. E logicamente ser conversador (a).

Mas como sempre mencionei em meus artigos, desde 2014 quando comecei, ir contra esse sistema podre é algo que tem a ver com caráter. Se você tem, é contra esses canalhas, se você não tem, evidentemente que é um cúmplice da porcaria toda.

Ser conservador (a) não é ser retrógrado muito pelo contrário. Isso tem a ver com não se curvar as porcarias que são jogadas em nossas mentes todos os dias, segundos, minutos, meses, anos, é ser contra tudo aquilo que vem estragando nosso país desde 1985. A degradação da família e dos costumes, pra começo de conversa, é uma “bandeira” dos progressistas. Pra essa gentalha, o núcleo familiar é algo que não cabe mais na sociedade de hoje em dia. Canalhas! Mil vezes canalhas!

Como eu já disse em algum outro artigo meu, chegou a hora dos conservadores se unirem. Não podemos mais aceitar essa intromissão esquerdista na família, religião e etc. Não! Isso não pode ser algo comum. O Brasil não merece isso. Temos um ótimo povo, não 100%, mas em sua grande maioria formada por pessoas de bem e honestas.

Toda pessoa que não concorda com o progressismo de esquerda tem OBRIGAÇÃO de apoiar o presidente Bolsonaro e seus aliados. Ele é o antidoto dessa canalhada toda. Não vislumbro mais ninguém que possa lutar contra tudo isso. Não nos próximos anos, a não ser que seus filhos peguem o bastão num futuro próximo.

Em breve, um próximo artigo. Até lá!

Um blog que fala de política, que não tem rabo preso com partido algum e apenas transmite as noticias cotidianas da política nacional e internacional.
Todos os direitos reservados - 2014 - 2020