Jair Bolsonaro sempre teve razão! | Politicos Do Brazil
Jair Bolsonaro sempre teve razão!
Por admin
18/09/2020

Não é segredo pra ninguém que esse blog é totalmente voltado para a direita e extremamente contra a esquerda. Quem me acompanha desde o começo, desde 2014, certamente já percebeu isso. E mais ainda, já devem ter percebido também que Jair Bolsonaro é sim o melhor presidente que o Brasil já teve, ao menos para quem escreve no blog e para mais de 57 milhões de pessoas.

Dito isso, quero mais uma vez mostrar que a escolha por Jair Bolsonaro estava certíssima, desde o começo, inclusive fiz um artigo quando ele ainda era deputado federal e seu nome não constava em uma futura lista de presidenciáveis. Pelo jeito, acertamos na mosca, certo?

A situação que o mundo passa, com a criação desse vírus em laboratórios da China, escancarou muitas verdades. E uma delas é: sobre a pandemia, o presidente sempre teve razão!

Acompanhe comigo algumas situações onde ele previu algumas coisas sobre a pandemia, a esquerda desceu o cacete, mas depois teve que dar a mão à palmatória e aceitar que ele estava certíssimo em suas previsões.

Seria ele uma Mãe Dinah que usa calças e fala “talkey”? Não. Simplesmente, com a vivencia de 28 anos na Camara dos Deputados e a experiência de quem serviu o exército, não ficou muito difícil para ele imaginar  (e acertar) alguns malabarismos feitos por nossos políticos e organizações mundiais. Acertou na mosca!

Segue o fio…

CARNAVAL

Antes mesmo do vírus se espalhar pelo mundo e tornar-se verdadeiramente uma pandemia, o presidente havia decretado emergência no país. Detalhe: não existia sequer suspeitas do COVID19 em território brasileiro.

Mas mesmo com o aviso antecipado do presidente, os governadores, em especial João Dória e Wilson Witzel, preferiram ignorar e deixaram o carnaval comer solto, inclusive enaltecendo as festas nos respectivos estados, dando de ombros para o aviso que acabou se tornando (infelizmente) uma realidade.

O curioso, para não dizer tragicômico é que agora as duas bestas já alertaram que o Carnaval de 2012 acontecerá, se nada mudar, apenas em maio. Ué?

LOCKDOWM E STF

O presidente, vendo a cagada que os governadores estavam prestes a fazer sugerindo um lockdowm forçado nas cidades, chegando ao cumulo de SITIAR essas cidades, disse que o isolamento vertical era um erro e o correto seria o isolamento horizontal.

Porém, até mesmo antes dos governadores disserem alguma coisa, certamente criticas ao presidente, o STF entrou na jogada e o PROIBIU de interferir em decisões de estados e municípios sobre o COVID19. Vocês não leram errado. O STF simplesmente PROIBIU um presidente de tomar as rédeas da situação. Em outros países, isso seria chamado de DITADURA do JUDICIÁRIO, mas aqui foi levado “numa boa”. E teve muita, mas muita gente mesmo, que aplaudiu essa decisão. Não preciso dizer quem, né?

O absurdo foi tão grande que pessoas foram presos apenas por estarem numa praça ou na praia. Comerciantes tiveram as portas de seus estabelecimentos SOLDADAS e outros seus materiais confiscados, que em bom português quer dizer roubados mesmo.

Parece piada, né? Mas passa longe disso…

FOME

O presidente, sapiente como nunca, disse que a fome iria matar mais que o vírus chinês.

O mundo quase caiu em cima dele. Criticas vindas da esquerda mundial foram disparadas, sem nenhum respeito quanto à figura presidencial.  Diziam que ele não poderia dizer aquilo, pois não tinha nenhum  “estudo de especialista” para afirmar aquela fala.

Mas o tempo passou e…

As manchetes estampadas nos jornais diziam que o vírus aumentou a fome no mundo e que mortes (pela fome) podem chegar a 12 mil por dia! O vírus, no seu auge, matou (?) pouco mais de 1400 por dia. Numa conta básica, a fome pode matar até 10X mais.

Além disso, o nivelo de desemprego, com o fechamento de indústrias e comércios (por volta de 716 mil), chegou a 20,9% entre maio e julho, um recorde histórico no país.

O PIB (produto interno bruto), que estava em alta antes do vírus chinês, teve uma retração HISTÓRICA de 9,7% no segundo trimestre e o vírus ching-ling arrasta o Brasil para recessão. O auxilio emergencial, criado pela equipe econômica do presidente, atenuou um pouco esse impacto. Não fosse isso, hoje certamente estaríamos no mesmo patamar da Venezuela.

FALTA DE AR E HIDROXICLOROQUINA

No início de toda essa loucura do vírus chinês, o ex-ministro da Saúde Mandetta  em rede nacional recomendou que as pessoas procurassem os hospitais apenas quando estivessem com falta de ar, ou seja, quando estivessem a beira da morte.

Vendo esse absurdo dito pelo Dick Vigarista da medicina, o presidente imediatamente o chutou do ministério e disse por várias oportunidades, e continua dizendo, que o tratamento precoce com cloroquina ajudaria no tratamento e possivelmente evitaria milhares de mortes.

Não preciso dizer que novamente caíram de pau pra cima do presidente, dizendo que ele não tinha base cientifica para dizer aquilo, etc e tal. Porém, e sempre tem um, porém, adivinhem quem recomendou o uso do medicamente, atrasada em milhares de mortes? A senhora OMS! Sim, a mesma que ignorou o vírus chinês, a mesma que não abalizava os tratamentos precoces contra o vírus, a mesma que o seu diretor é amigo intimo do ditador Chinês, enfim, essa organização esquerdista mequetrefe.

GRIPEZINHA

Esse termo é até hoje usado contra o presidente. Mas por quê?

Porque em uma entrevista, o presidente disse que pelo seu histórico de atleta, caso ele fosse acometido pelo vírus, não precisaria se preocupar e no máximo, sentiria uma gripezinha ou resfriado.

O que algumas pessoas, sempre me referindo a esquerda, não sabem ou não querem saber é que o termo “gripezinha” não foi criado pelo presidente e sim pelo senhor Burns, mais conhecido como Dráuzio Varella, aquele mesmo que abraçou um travesti assassino de crianças, que dizia defender o isolamento e hoje pede pra você ser mesário nas eleições. É muita cara de pau, minha gente!

Ah, o presidente contraiu o vírus chinês, usou cloroquina e pelo seu histórico de atleta, está muito bem, obrigado.

ZINCO E VITAMINA D

Em abril desse ano, o presidente disse que zinco e vitamina D eram fatores importantes para pessoa se proteger do vírus e o imposto desses suplementos (ou medicamentos) seria zerado.

Disseram que ele não tinha comprovação cientifica e não poderia sair falando isso por ai.

Mas…

Numa matéria do dia 05/09/20, assinada por Amanda Santos, a fala “não comprovada” do presidente se mostrou certeira e a manchete foi “deficiência de vitamina D aumenta suas chances de pegar COVID19”. Mas vejam só.

NIÓBIO

Esse rico material, sempre defendido pelo presidente até na época de pré-candidato a presidência, foi contestado por alguns beócios, dizendo que o potencial econômico era incerto.

Não preciso dizer que o gênio que soltou essa nota em jornal deveria ser interditado, pois o material é riquíssimo, tanto que muitos países estão de olho.

Mas o surpreendente é que o nióbio pode ser usado CONTRA o vírus chinês. Um estudo feito pela UFMG sinaliza pra isso. Mesmo quando o presidente não cita algo sobre um produto ou situação que ele defende, isso acaba revertendo em benesses para o povo. Eita!

SUICIDIO E DEPRESSÃO

Um dado complicado onde o presidente chamava a atenção e algumas hienas não deram credito é que o isolamento demencial criado por governadores e prefeitos, com a chancela do STF, poderia levar a suicídios e depressão. Isso é grave. Mas novamente deram as costas…

Em julho desse ano, uma matéria infelizmente deu razão ao presidente, dizendo que o vírus chinês impactaria muito na saúde mental das pessoas, aumentando o numero de depressões e consequentemente de suicídios.

Como vocês podem notar, o presidente acertou em todas suas previsões.

Infelizmente algumas pessoas ainda teimam em atribuir à ele as mortes causadas pelo vírus, assim como o fechamento de empresas e outras situações. Mas a grande verdade é que, se ele e sua equipe estivessem no comando, muito provavelmente não estaríamos nessa situação.

Isso sem falar que não estaríamos vendo políticos sendo presos por desvios na saúde, justamente nessa época tão difícil, não é mesmo?

Mas apesar da torcida contra de alguns (as), o Brasil vai superar esse vírus e brevemente tudo voltará ao normal. Sim, ao normal, com pessoas se reunindo, se abraçando, se cumprimentando, etc… o “novo normal” que alguns apregoam é uma banalização e uma clara evidencia de tirar o foco do problema que começou na China. O mundo não tem culpa disso. Quem tem culpa, que pague por isso.

Em breve, um próximo artigo. Até lá!

Um blog que fala de política, que não tem rabo preso com partido algum e apenas transmite as noticias cotidianas da política nacional e internacional.
Todos os direitos reservados - 2014 - 2020