Kassab queria limitar a internet fixa no Brasil. Deu ruim… | Politicos Do Brazil
Kassab queria limitar a internet fixa no Brasil. Deu ruim…
Por admin
14/01/2017

Desde o advento das mídias sociais, a vida de 99,9% dos políticos brasileiros virou um verdadeiro “inferno”. Isso porque como eles são acostumados a mentir em 101% de suas falas ou de algo que escreveram em seu twitter, facebook ou instagram, a internet não deixa barato e rebate qualquer besteira que eles venham dizer ou escrever.

Especialmente o twitter virou uma ferramenta poderosa nas mãos de pessoas que ficam com marcação cerrada em cima da classe política brasileira. Qualquer vacilo, algum tuíte escrito aparece para desmentir aquele político que resolveu mentir descaradamente.

A “vítima” da vez nesse começo de 2017 é o ministro da ciência, tecnologia e comunicações que atende pelo nome de Gilberto Kassab. Fatalmente você que está lendo esse artigo já deve ter ouvido falar do cidadão. Ele foi prefeito de SP, anteriormente ao petista Fernando Haddad. Mas a vida pública dele não se limita apenas à prefeitura. Ele também foi secretário de planejamento na gestão Celso Pitta, deputado federal, vice prefeito na gestão José Serra e ministro das cidades (seja lá o que representa isso) no governo da ex presidente Dilma Rousseff.

Como se pode ver, a “carreira” política de Gilberto Kassab é muito extensa. Mas como dizem: quantidade não é qualidade. E isso cai como uma luva para Kassab. Em todos os cargos que teve na esfera pública, ele foi pessimamente mal. Saiu queimado de todos os cargos. E possivelmente não será diferente agora como ministro na gestão Temer.

Por que dizemos isso?

Eis que num belo dia, o sr Kassab acorda, coça a bunda, coloca seu chinelo de pantufas, vai no banheiro dar uma barrigada, escova sua dentadura, penteia seu cabelo e taca laquê, quer dizer, fazendo quase tudo como faz todos os dias… mas nesse dia ele olhou no espelho e disse: hoje eu vou limitar a internet de todo mundo. Fuck you pra galera!

E foi isso que ele fez (ou tentou fazer).

Sem mais, nem menos, ele concede entrevista dizendo que o “governo” quer limitar a internet do usuário comum. Explicamos: suponhamos que você contrate um pacote de 10MB pra você navegar ilimitado pela operadora X, normalmente você vai navegar sem se preocupar, simplesmente porque os 10MB se referem a velocidade e não ao pacote que você contratou. Pois bem, o sr Kassab achou que seria “bom pro usuário” limitar isso e não fazer sentido existir o termo “ilimitado”. Genial, né? Uma ideia de gênio! Mas alguma coisa não saiu como ele queria…

E por que não saiu como ele queria? Simples… nosso governo (não importa o partido) vem há muito tempo querendo tirar o direito do cidadão de usufruir daquilo que ele paga, no caso a internet. A intenção deles é cercear o direito da pessoa de criticar ferozmente a classe politica. E como eles acham que podem fazer isso? Cortando a internet do cidadão. E o primeiro passo é: limitar seu uso.

Pra quem não sabe, em países regidos por governos totalitários a internet quando não existe, sua velocidade e disponibilidade é ínfima. Parece mentira, mas não é. Clique nesse LINK para ver o exemplo em Cuba.

Muita gente pode dizer: mas Kassab não faz parte do governo petista e por isso não poderia ter ideias desse naipe. Meu pequeno gafanhoto, acaso tu esqueceu que Temer estava ao lado de Dilma (PT/Lula) comandando esse país por 13 anos? Acaso também esqueceu que o Marco Civil da Internet foi votado no governo Dilma? Acaso também esqueceu que o próprio Kassab já fez parte do governo petista de Dilma Rousseff? Falamos sobre esse item no começo do artigo…

Só que, para infelicidade de Kassab e sua ideia genial, eis que o tiro saiu pela culatra!

A internet mostrou sua força por meio das redes sociais, principalmente o twitter, e ele (por que não estou surpreso?) disse que “não era bem assim”. Ou seja, ele dá entrevista dizendo que o governo vai sim limitar a internet do usuário, deu até o segundo semestre como prazo, aí vendo a enxurrada de críticas pra cima de sua idoneidade (se é que ele já teve isso), o marsupial simplesmente diz que as pessoas não “entenderam” o que ele quis dizer. E ainda teve a cara de madeira de ir no seu twitter oficial e dizer que “nada muda na forma como é comercializada” a internet no Brasil. Calhorda!

O que será que fizeram pra ele mudar de ideia em menos de 24 horas? Teria sido uma comida de rabo vinda de Michel Temer através da Anatel? Teria sido a ameça do grupo Anonymous que disse simplesmente para Kassab e governo Temer para não se atreverem a limitar a internet no Brasil, inclusive vazando dados de Kassab na internet? Será medo de não poder sair nas ruas tranquilamente sem ser alvo de críticas fortes e contundentes?

Não se sabe… mas o que sabemos é que ele voltou atrás e a internet continuará sendo como sempre foi aqui no Brasil. Só lembrando… estamos sempre falando da internet fixa e não a móvel, usada por celulares, tablets e smartphones. Mesmo porque essa já é limitada…

Todos fizeram sua parte e não permitiram essa patifaria. Mas é preciso ficar atento, sempre dormir de olhos bem abertos, pois os políticos (independente do partido) estão sempre querendo achar um modo de atrapalhar a vida do cidadão brasileiro. Eles fazem isso desde que nos tornamos República. Não podemos cochilar. Sempre alertas!

Em breve, um próximo artigo. Até lá!

Um blog que fala de política, que não tem rabo preso com partido algum e apenas transmite as noticias cotidianas da política nacional e internacional.
Todos os direitos reservados - 2014 - 2020