Políticos do Brasil, cancelem o carnaval! | Politicos Do Brazil
Políticos do Brasil, cancelem o carnaval!
Por admin
22/02/2020

Todo ano é a mesma coisa.

O Carnaval, festa popular brasileira, vem sendo alvo de muitos protestos por grande parte da população brasileira. Os motivos são vários: expõe de maneira negativa as mulheres, demonstra a fragilidade da segurança pública (principalmente nos blocos carnavalescos), doenças são proliferadas, gravidez indesejadas, mostra ao mundo que os brasileiros são submissos, bastando um pouco de pão e circo para aceitarem as bizarrices cometidas por políticos, enfim, são muitos contras e praticamente nenhum pró!

Ah, já ia me esquecendo… o país fica parado por praticamente 5 dias, deixando de produzir riquezas, o que tem grande impacto socioeconômico. A economia gira, claro, pelas compras, viagens e etc, mas na indústria, onde está o grosso do dinheiro nacional, é um verdadeiro desastre!

Muito já se comentou dessa festa popular simplesmente acabar.

É um pensamento utópico? Talvez sim. Talvez não.

A imensa maioria das pessoas sabe que o Carnaval tem muitos interesses por trás. Desde aquele político sem vergonha, que aproveita a data para aprontar uma presepada para a população, alguns também aproveitam para “ficar bem na foto”, levando artistas de peso para as festas e enganando os incautos, que saúdam o político bonzinho, esquecendo que aquele artista está ali por causa do imposto que eles (as) pagam. Lembram do pão e circo, que eu citei acima?

Também não podemos nos esquecer dos traficantes que comandam os morros. Para eles, o Carnaval é muito interessante, pois seus negócios podem girar, sem a incomoda presença da polícia.

Até a população carcerária se beneficia, com as malfadadas saidinhas. Que beleza hein? Saem para folia, enquanto suas vítimas nunca mais poderão ver a luz do dia. Já passou da hora de fazer uma reforma penitenciária e penal. Em breve, farei um artigo sobre isso.

Como podem notar pelo que explanei até aqui, acabar ou até diminuir com essa “festa popular” seria algo benéfico sim. Será que algum político brasileiro teria essa coragem?

Tem. Parece mentira, mas tem sim. Nesse link vocês vão ler uma matéria que cita Renata Braga, ex prefeita de Porto Ferreira (SP), onde ela abriu mão do Carnaval na cidade para comprar uma ambulância para cidade. Grande atitude, não é mesmo?

Seria um caso isolado? Não!

O prefeito de Colatina (ES), Sergio Meneguelli, também abriu mão da “festa popular” para construir uma escola na cidade. Ponto para o prefeito!!!! Antes educação, do que fornicação. Quem concorda, levanta a mão.

 

São dois exemplos de que, sim, pode ser feito. Claro, são cidades pequenas em comparação com Rio de Janeiro e São Paulo, onde o Carnaval tem proporções gigantescas. Evidente que fazer isso nessas cidades enormes, daria uma dor de cabeça eterna para os governantes, sejam prefeitos e/ou governadores.

Pode acontecer um dia nas grandes cidades? Talvez… não podemos sepultar essa ideia, pois não sabemos que tipo de políticos teremos daqui para frente.

E se o prefeito de Colatina virar governador do Espirito Santo? Será um peso enorme dentro da federação. E se um dia ele virar presidente? Impossível? Claro que não. Já tivemos um semianalfabeto e uma guerrilheira comandando a nação, já se esqueceram?

Particularmente, eu torço para que acabe. Não me apetece mesmo essa zoeira.

E para você, leitor (a), qual sua opinião? Deixe nos comentários.

Em breve, um próximo artigo. Até lá!

Um blog que fala de política, que não tem rabo preso com partido algum e apenas transmite as noticias cotidianas da política nacional e internacional.
Todos os direitos reservados - 2014 - 2020