Seu dinheiro escoando pelo ralo! 5 obras inúteis Brasil afora! | Politicos Do Brazil
Seu dinheiro escoando pelo ralo! 5 obras inúteis Brasil afora!
Por admin
21/06/2016

Como o titulo do artigo diz, vamos falar de algumas obras pelo Brasil feitas com dinheiro público e que, no frigir dos ovos, não teve nenhum resultado benéfico para a população, a não ser, é claro, para os bolsos dos políticos. Uma verdadeira aberração e que mostra, infelizmente, porque nosso país é o país da piada pronta.

Prestem atenção nesses casos que deixam qualquer um irritado e com pouca ou nenhuma perspectiva de que esse Brasil um dia vai sair das trevas.

Não nos esqueçamos que tudo isso é culpa da politica e dos políticos, óbvio que as vezes mesmo sem querer, o cidadão acaba ajudando nisso, pois são os cidadãos quem votam nesses políticos salafrários.

Enfim, preparem o estomago e vejam como seu suado dinheiro acaba indo pro ralo de maneira criminosa nas mãos de políticos perversos:

1- Estatal de semicondutores que nunca deu lucro, ao contrário, deu prejuízo na ordem de 670 milhões de reais:

A empresa criada em 2000 (ainda no governo FHC) de nome CEITEC tinha como meta principal reduzir os gastos do Brasil com a importação de chips, ou semicondutores.

Com um investimento na fortuna de 670 milhões de reais, a empresa investe em equipamentos e pessoal, sendo 195 funcionários e 53 deles com mestrado. Uma conta que jamais fecharia. E não fecha!

A empresa começou a operar em 2012 (governo Dilma) e desde então o máximo que ela faturou foram pífios 6 milhões de reais. Uma miséria em comparação com o investimento.

Até agora, o “grande” produto que saiu da estatal foi o “chip-boi”, criado para monitorar os rebanhos pelo país, mas que infelizmente não obteve nenhum sucesso.

ceitec

A saída vista para uma luz no fim do túnel seria uma privatização ou um acordo publico privado. Essa privatização foi abafada já que no Ministério da Ciência e Tecnologia quem comandava era o PC do B, um partido totalmente contrário a qualquer tipo de “desinchação” do Estado. Mas com a saída de Dilma e um novo ministro na pasta, veremos qual será o destino de mais um mico criado por políticos brasileiros.

2- Uma ponte que liga Brasil a Guiana Francesa e que ninguém pode atravessar:

Sim, vocês não leram errado. É isso mesmo!!!!

O Brasil na era FHC, em conjunto com o então presidente francês Jacques Chirrac, construiu uma ponte para ligar o país com a Guiana Francesa (esse país faz parte do território francês) ao custo de – pasmem – 118 milhões de reais!

A ponte que iniciou sua construção ainda nos anos 90 e que seria usado como uma forma de cooperação entre os 2 países, foi terminada somente em 2012.

Mas onde está o erro dessa ponte, alem do valor descomunal?

brasil_guiana

Pode parecer piada de português, mas o erro está no fato de que simplesmente ninguém pode usar a ponte. Motivo? Faltam documentos que mostrem que a obra foi concluída. Parece brincadeira? Só que infelizmente para os pagadores de impostos, não é…

3- Obra do governo Alckmin para captar água… de um rio seco!

No auge da seca que atormentou os paulistas, o governador Geraldo Alckmin teve uma ideia maravilhosa que era fazer a transposição do rio Guaió até a represa Taiaçupeba, em Suzano.

Essa obra poderia levar até mil litros de água por segundo para a represa. Ótima ideia? Nem tanto…

O que não estava nos planos, ou até estava, do governador e sua equipe de “notáveis jumentos” é que o rio Guaió jamais poderia mandar esse numero enorme de água para a represa Taiaçupeba. O motivo? O rio estava seco… INACREDITÁVEL!

O jornal O Estado de SP disse à época que numa época de estiagem, como aquela que SP vinha atravessando, a vazão do rio Guaió não chegaria nem a meta de dos mil litros por segundo.

Agora vem a pergunta: o governador sabia disso e mesmo assim fez a obra ou ele foi enganado pela sua equipe de “notáveis jumentos”?

alckmin

Ah, essa obra teve um custo de 29 milhões de reais.

4- Ponte por onde não passa um fio de água:

No município de Maricá (RJ) uma obra da prefeitura é digna de entrar para os piores livros de piada do mundo.

Pela margem da praia, o prefeito decidiu fazer uma estrada, mas não satisfeito decidiu fazer uma ponte.

Só que, acreditem, no local da construção da ponte simplesmente NÃO tem um filete de água! É isso mesmo, uma ponte construída num local que não tem água. É pra chorar…

Calma que ainda não acabou… essa ponte totalmente desnecessária e que serviu apenas para desviar recursos públicos, contou com festa de inauguração com direito a show do cantor Dudu Nobre, ao custo de – respirem – 200 mil reais!

Vendo que tinha feito uma m…. sem precedentes, a prefeitura resolver dar o “jeitinho brasileiro”. Simplesmente abriu um canal para a água do mar poder passar por baixo da ponte. Que gênio…

maricá

E parece piada, mas 3 anos depois dessa obra com “jeitinho”, a prefeitura fez outra festa de inauguração!!!! E novamente chamaram o Dudu Nobre, só que o cache quase duplicou e chegou ao valor de 385 mil. Fizeram as contas? São 585 mil reais que saem do bolso da população para fazer uma obra simplesmente débil e que não ajudou ninguém… ops, mentira, ajudou sim… o prefeito e seus asseclas.

Pra quem nunca ouviu falar de Maricá, ela ficou notória quando o prefeito deu o nome de Che Guevara para um hospital. E também quando o prefeito do RJ, o “proba” Eduardo Paes, criticou duramente o município, chamando de um “lugar de merda”. Como se vê, o município não tem um histórico muito bom.

5- Um pier que não pode receber navios:

Pra quem já foi em Natal, no Rio Grande do Norte, sabe que ali tem uma ponte muito bonita, um verdadeiro cartão postal da cidade. A ponte tem o nome de Newton Navarro, e realmente é de uma beleza singular.

pier_natal

O prefeito da cidade, aproveitando as belezas da terra, resolveu construir um pier para receber os turistas com mais conforto. O problema foi o custo: foram 72 milhões de reais dos cofres públicos para a obra.

Só que como estamos falando de políticos, não dá pra falar apenas de dinheiro desperdiçado sem mencionar a obra prima… os navios que deveriam desembarcar nesse pier estão simplesmente impedidos disso. Por que? Simplesmente porque não conseguem passar por baixo da ponte!!! Ahhhhhhhh!!!!

Mas calma que ainda não acabou a bizarrice…

O secretario de turismo disse que os navios são “inúteis” pois, segundo ele, não recolhem ICMS e ISS e não geram empregos como redes de hotéis por exemplo.

Essa declaração, alem de idiota, é totalmente oportunista. Por que? Porque esse secretário de turismo tem – olha só – um hotel em Natal. Bem interessante, não???

Como vocês puderam ver nesses exemplos citados, nossos políticos são experts em fazer o dinheiro do cidadão escoar e sumir como num passe de mágica.

Quanto dinheiro jogado fora em coisas inúteis que poderiam suprir muitas necessidades básicas da população brasileira em vários quintais pelo país afora.

Escrevemos esse artigo com um profundo pesar, afinal, ninguém merece ter políticos assim, que pensam apenas no seu umbigo e ignoram aqueles que neles votaram. Muito triste isso.

Até o próximo artigo!

Um blog que fala de política, que não tem rabo preso com partido algum e apenas transmite as noticias cotidianas da política nacional e internacional.
Todos os direitos reservados - 2014 - 2020