Sociedade brasileira em dúvida: mais presídios ou pena de morte? | Politicos Do Brazil
Sociedade brasileira em dúvida: mais presídios ou pena de morte?
Por admin
10/01/2017

Na primeira semana de 2017 aconteceu uma matança desenfreada em Manaus, que acabou culminando com a morte de 56 (números oficiais) bandidos do PCC, a famosa facção criminosa liderada por Marcola e que teve seu embrião em SP, se espalhando como uma doença terminal pelo Brasil afora. Falamos disso aqui no blog, clique nesse LINK para ler a matéria.

Pois bem… eis que mais uma matança aconteceu em outro presídio do Brasil. Dessa vez foi em Roraima e mais uma vez bandidos foram mortos, muitos decapitados e até corações foram arrancados, uma verdadeira selvageria desenfreada que mostra o quão falida está nossa segurança e mais ainda, como o Estado virou refém dessa bandidagem armada até os dentes e com poder de fogo, além de financeiro, muito maior do que o Estado tem.

Temos que informar aqui um caso no minimo nojento… um juiz de Roraima teve uma ideia espantosa para diminuir a violência dentro do presidio. Adivinha qual foi a ideia do palerma? Simplesmente ele quer dar LIBERDADE para os 161 detentos que ainda estão vivos para determinar uma nova “tragédia”! Sinceramente, é uma ideia maravilhosa, não? Libertar bandidos para cometerem seus crimes a revelia e a população honesta da cidade que se dane…

Depois desses acontecimentos nos 2 presídios, o presidente Temer foi questionado sobre qual seria a solução para acabar ou ao menos diminuir essas “chacinas” entre presos, presos aliás de alta periculosidade, muitos estupradores, assassinos em série ou coisa que o valha.

A solução encontrada por Temer, juntando com seu Ministro da Justiça Alexandre de Moraes foi: construir mais presídios. Brilhante! Só que não…

Vejam… quando o Estado diz que é preciso construir mais presídios, ainda mais levando em conta o motivo aparente para isso, ele simplesmente assina um atestado de incompetência plena.

E na “aba” dessa ideia “genial” do presidente Temer sempre aparecem os “espertinhos” querendo se dar bem. Eis que o deputado Rogério Rosso (PSD-DF) levantou a bola de criar o Ministério da Segurança Pública. Informação foi dada pelo site O Antagonista. Claro, como eles bem dizem no texto, basta criar mais vagas em presídios, seguido de mais um  ministério e todos os problemas estarão magicamente resolvidos!

antagonista_presidios

Em qualquer país que preze a vida plena de sua população, o correto é construir mais escolas para transmitir conhecimento pleno, correto? Mas em nosso país, o conhecimento é visto como algo abominável, quase uma ofensa ser uma pessoa preparada intelectualmente.

Para nossos governantes, quando se acontecem casos como em Manaus e Roraima, já vem na cabeça construir mais presídios? Não! Não vale muito mais a pena acabar com a corrupção do sistema prisional? Não vale muito mais a pena instituir uma postura rígida nos presídios, como acontece por exemplo no EUA?

Por que no sistema (usamos esse termo porque não encontramos outro, apesar de não ser o certo) prisional tupiniquim o preso é tratado como se fosse uma estrela? Por que eles não são obrigados a trabalharem para pagarem sua “estadia” na prisão? Aliás, um projeto da Carla Pimentel que até hoje permanece engavetado por ai. A quem interessa um preso não precisar trabalhar? Por que o STF OBRIGA o Estado a pagar indenização para familiares desses presos que morreram em confronto nos presídios e não obriga o Estado a pagar familiares de pessoas que morreram pelas mãos de bandidos quando esses estavam soltos? Que lei maluca é essa???

Por essas e outras é que uma parcela muito grande da sociedade pede a pena de morte no Brasil. Inclusive falamos sobre isso no blog também, nesse LINK. Dê uma lida.

Continuando…

Segundo essa parcela da sociedade, a pena de morte seria a vacina final contra essas ondas de insegurança que assombram nosso país desde sempre e que foi acalorada ainda mais com esses acontecimentos nos respectivos presídios. Soma-se ao fato de que presos geram despesas e nenhuma receita. As pessoas cansaram de pagar (cerca de 2500 reais em prisões comuns e 4500 reais em prisões federais) para manter um preso, sendo que alguns são os próprios algozes desses pagadores. É uma situação louca: você paga para “manter preso” aquele que um dia matou alguém da sua família? Bizarro!

A sociedade está em dúvida: apoiar a construção de mais presídios ou apoiar um referendo pedindo a instituição da pena de morte no Brasil? É uma questão complicada. Qual é sua opinião? Deixe nos comentários.

Em breve, um próximo artigo. Até lá!

Um blog que fala de política, que não tem rabo preso com partido algum e apenas transmite as noticias cotidianas da política nacional e internacional.
Todos os direitos reservados - 2014 - 2020